domingo, 16 de fevereiro de 2020

Jovem é morto em abordagem de policiais no Bairro Padre Andrade, em Fortaleza. Assista


Uma morte por intervenção policial foi registrada no bairro Padre Andrade, em Fortaleza. Jardeson Rodrigues Martins morreu durante abordagem de policiais militares, no início da madrugada da última quinta-feira (13-02-2020).

A família da vítima conta que o jovem de 21 anos foi assassinado de forma covarde. Já na versão da Polícia Militar do Ceará (PMCE), o fato se deu devido à Rodrigues ter disparado primeiro contra os policiais.
Gilson Martins dos Santos, pai de Jardeson, conta que o filho avisou que estava indo até a esquina comprar um lanche. No caminho, apareceu uma viatura da Força Tática da PMCE. "Um policial já desceu do carro atirando. Meu filho saiu correndo e conseguiu ir para outra rua. Ficou abaixado, escondido. Quando pensou que a Polícia já tinha passado, se levantou. Foi quando um policial atirou na nuca dele. Me contaram que quando viram que tinham matado, trocaram de viatura e ainda levaram meu filho para a UPA do Pirambu. Só para dizer que tinham socorrido, mas ele já estava morto", disse Gilson.
Na versão da Polícia Militar, a Corporação foi acionada viaCoordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops)para atender uma ocorrência acerca de pessoas armadas nas redondezas da Areninha da Lagoa do Urubu. Ao avistar a viatura, Jardeson, com antecedentes criminais por roubo e desacato, teria corrido com a mão na cintura e demonstrando atitude suspeita.
A PMCE afirma que houve tentativa de abordagem contra o jovem, mas ele teria se evadido e, mais à frente, efetuado disparos de arma de fogo em direção aos policiais, que revidaram a agressão. Ainda conforme a PMCE, o suspeito foi socorrido até a UPA e a arma apreendida com ele foi apresentada ao 7º Distrito Policial, onde o caso é investigado.
Nessa sexta-feira (14), amigos de Jardeson o homenageram com um jogo na Areninha do bairro Padre Andrade. Os moradores do bairro reclamaram por meio das redes sociais das frequentes abordagens violentas por parte dos militares. A Corporação destacou que qualquer detalhe envolvendo o caso, como uma possível troca de viaturas, ficará a cargo dos investigadores.

*** Informações com DIÁRIO DO NORDESTE.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket