quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Cruzeiro bate o Corinthians e leva o hexa da Copa do Brasil

Na noite em que o árbitro de vídeo (VAR) entrou em ação a favor das duas equipes, nada tirou o hexacampeonato do Cruzeiro na Copa do Brasil. A vitória por 2 a 1 na Arena Corinthians, nesta quarta-feira (17), rendeu a segunda volta olímpica seguida na competição aos mineiros e, de quebra, mais valiosos  R$ 50 milhões na conta. Arrascaeta, que chegou de última hora a São Paulo, foi o heroi da decisão.
Num jogo em que a Raposa dominou o primeiro tempo, fazendo o gol com Robinho, aos 28 minutos, e perdendo grandes oportunidades em seguida, com Dedé e Henrique, o que se viu foi o clima esquentar após o pênalti marcado de Thiago Neves em Ralf, logo no início da segunda etapa.
Com auxílio do VAR, o árbitro Wagner do Nascimento anotou a penalidade, convertida pelo camisa 10 Jadson, aos nove minutos. O gol corinthiano deu vida à decisão e deixou tudo em aberto na Arena de Itaquera.
Apesar de não se abater com o empate, a Raposa passou a ser mais pressionada pelo alvinegro. Dedé, que no primeiro tempo foi autor de incríveis 13 desarmes, seguiu firme sendo o dono da zaga e o responsável por frear o ímpeto dos donos da casa, empurrados durante todo o tempo pela fanática torcida.
Para tentar dar fôlego e qualidade ao time, Mano sacou Rafinha, aos 22 minutos, e promoveu a entrada do uruguaio Arrascaeta, que chegou em São Paulo no fim da tarde, vindo do Japão, onde fez dois amistosos por sua seleção. O clube investiu R$ 60 mil para trazê-lo em voo de primeira classe. Um baita investimento.
Tudo que 'VAR', voltaContudo, aos 26 minutos, o jovem Pedrinho levou o Itaquerão à loucura, num chutaço de fora da área. Ele correu para o abraço, mas em seguida teve a alegria encerrada. Com o VAR novamente em ação, o árbitro anulou o tento da virada, por considerar falta de Jadson em Dedé na origem do lance. Desta vez, a bronca foi dada pelos alvinegros.
Nos minutos seguintes, o Corinthians foi para cima buscando desesperadamente o gol que levaria a decisão para os pênaltis, mas pouco fez. E o castigo veio!
Arrascaeta, acionado no segundo tempo, recebeu bola rápida de Raniel, aos 38 minutos, e, mesmo com todo o desgaste da longa viagem, deu um toquinho por cima do goleiro Cássio, colocou o Cruzeiro na frente novamente e selou o título.
Com a conquista, o Cruzeiro se tornou o primeiro do país a tê-la, por dois anos consecutivos, desde a criação do Torneio, em 1989. Além disso, os mineiros agora ocupam o topo do ranking dos maiores ganhadores, deixando para trás o Grêmio, pentacampeão. O Corinthians, por sua vez, segue com três taças.
*** Informações com Jornal Hoje em Dia
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores