quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Cruzeiro bate o Corinthians e leva o hexa da Copa do Brasil

Na noite em que o árbitro de vídeo (VAR) entrou em ação a favor das duas equipes, nada tirou o hexacampeonato do Cruzeiro na Copa do Brasil. A vitória por 2 a 1 na Arena Corinthians, nesta quarta-feira (17), rendeu a segunda volta olímpica seguida na competição aos mineiros e, de quebra, mais valiosos  R$ 50 milhões na conta. Arrascaeta, que chegou de última hora a São Paulo, foi o heroi da decisão.
Num jogo em que a Raposa dominou o primeiro tempo, fazendo o gol com Robinho, aos 28 minutos, e perdendo grandes oportunidades em seguida, com Dedé e Henrique, o que se viu foi o clima esquentar após o pênalti marcado de Thiago Neves em Ralf, logo no início da segunda etapa.
Com auxílio do VAR, o árbitro Wagner do Nascimento anotou a penalidade, convertida pelo camisa 10 Jadson, aos nove minutos. O gol corinthiano deu vida à decisão e deixou tudo em aberto na Arena de Itaquera.
Apesar de não se abater com o empate, a Raposa passou a ser mais pressionada pelo alvinegro. Dedé, que no primeiro tempo foi autor de incríveis 13 desarmes, seguiu firme sendo o dono da zaga e o responsável por frear o ímpeto dos donos da casa, empurrados durante todo o tempo pela fanática torcida.
Para tentar dar fôlego e qualidade ao time, Mano sacou Rafinha, aos 22 minutos, e promoveu a entrada do uruguaio Arrascaeta, que chegou em São Paulo no fim da tarde, vindo do Japão, onde fez dois amistosos por sua seleção. O clube investiu R$ 60 mil para trazê-lo em voo de primeira classe. Um baita investimento.
Tudo que 'VAR', voltaContudo, aos 26 minutos, o jovem Pedrinho levou o Itaquerão à loucura, num chutaço de fora da área. Ele correu para o abraço, mas em seguida teve a alegria encerrada. Com o VAR novamente em ação, o árbitro anulou o tento da virada, por considerar falta de Jadson em Dedé na origem do lance. Desta vez, a bronca foi dada pelos alvinegros.
Nos minutos seguintes, o Corinthians foi para cima buscando desesperadamente o gol que levaria a decisão para os pênaltis, mas pouco fez. E o castigo veio!
Arrascaeta, acionado no segundo tempo, recebeu bola rápida de Raniel, aos 38 minutos, e, mesmo com todo o desgaste da longa viagem, deu um toquinho por cima do goleiro Cássio, colocou o Cruzeiro na frente novamente e selou o título.
Com a conquista, o Cruzeiro se tornou o primeiro do país a tê-la, por dois anos consecutivos, desde a criação do Torneio, em 1989. Além disso, os mineiros agora ocupam o topo do ranking dos maiores ganhadores, deixando para trás o Grêmio, pentacampeão. O Corinthians, por sua vez, segue com três taças.
*** Informações com Jornal Hoje em Dia
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket