quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Polícia prende homem que fazia armas artesanais para facção em Fortaleza

Após denúncia, a polícia prendeu torneiro mecânico que trabalhava como armeiro para uma facção. Airton Patrício de Aquino, de 67 anos, foi autuado em flagrante no estatuto do desarmamento e por organização criminosa. Com ele, foram encontrados fuzil, metralhadoras, silenciadores e munição. O 8ºDP, no bairro José Walter, em Fortaleza, trabalha no caso. Com informações do Barra Pesada.
Trabalhando como torneiro mecânico, Airton possui maquinário diverso no estabelecimento, localizado na Av. Presidente Costa e Silva, no Mondubim. Após denúncia, a polícia deflagrou a ação na tarde desta segunda-feira e constatou que ele também fabricava de forma artesanal e adaptava armas.
No momento da abordagem da polícia, ele estava fabricando o cano de uma 12. Na busca dada no local, foram encontrados um fuzil 762, metralhadoras artesanais, várias armas adaptadas, além de silenciadores e muita munição.
“Ele negou, mas com a apreensão desse material aí, a gente teve a certeza. Ele só confirmou no interrogatório que quem chegasse no estabelecimento dele, sendo policial ou criminoso, para ele não interessava. O que interessava era ele fazer o serviço e receber o pagamento”, explicou o titular do 8º DP, Breno Fontenele.
Airton foi autuado no artigo 16 do estatuto do desarmamento por posse irregular de munição e arma de grosso calibre restrito e também no artigo 2 da lei de organização criminosa, pois ele dava suporte para a facção fornecendo material e fabricando acessórios. O material de produção dar armas ficava escondido dentro do maquinário.
*** Informações com Tribuna do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket