sábado, 15 de setembro de 2018

"Não podem ser candidatos": Lia Gomes e Domingos Filho são inelegíveis

Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) indeferiram, ontem, os pedidos de registro das candidaturas à Assembleia Legislativa do Estado de Lia Gomes (PDT), irmã de Ciro e Cid Gomes, e de Domingos Filho (PSD), conselheiro em disponibilidade do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
A defesa da pedetista irá recorrer da decisão, enquanto Domingos Filho informou, pelas redes sociais, que será substituído pela mulher, Patrícia Aguiar. A Justiça Eleitoral também decidiu, ontem, pela exclusão do Partido Comunista Brasileiro (PCB) da chapa do candidato do PSOL ao Governo do Estado, Ailton Lopes, e confirmou, ainda, o indeferimento de todos os pretensos candidatos do PCO.
O caso de Domingos Filho foi julgado no início da tarde, com o voto do relator, juiz Roberto Viana Diniz de Freitas, que reconheceu a inelegibilidade apresentada pelo eleitor José Adalberto Feitosa Rodrigues e decidiu pelo indeferimento da postulação de Domingos a deputado estadual pela condição de conselheiro em disponibilidade do TCE.
Como argumento, o magistrado citou “a adequação da situação jurídica do postulante ao regime jurídico constitucional-eleitoral vigente, pois se insere em situação atinente a categorias profissionais que sofrem limitações em sua esfera jurídica, a exemplo do que sucede com Membros da Magistratura, do Ministério Público”. O único voto contrário veio do juiz Tiago Asfor Rocha Lima, que, antes, havia pedido vista do processo.
Em seguida, o Pleno do TRE-CE julgou o caso de Lia Ferreira Gomes. A decisão foi unânime contra a pretensão dela de disputar vaga na Assembleia Legislativa por ter deixado de fazer a revisão biométrica obrigatória no Município de Caucaia, no qual está inscrita. “Em razão do cancelamento válido da inscrição eleitoral, não há como acolher o argumento de que a inscrição eleitoral estaria ativa por constar seu número na certidão de filiação partidária e na certidão circunstanciada de quitação eleitoral”, argumentou o relator, juiz Alcides Saldanha Lima.
O advogado da candidata, Fernandes Neto, afirmou que a defesa irá recorrer. “Consideramos que há uma grande possibilidade de êxito na nossa tese. Nós temos a opção de embargar a declaração aqui, questionar alguns argumentos ou omissões que o acórdão deixou de enfrentar, que achamos relevantes, ou entramos de logo com recurso especial, que, apesar de protocolado aqui no TRE, será remetido ao TSE”, disse.
PCB, PSOL e PCOOutros casos julgados pela Justiça Eleitoral, ontem, envolveram partidos de esquerda. O primeiro deles tratou da coligação “Frente de Esquerda Socialista”, entre o Partido Comunista Brasileiro (PCB) e o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), do candidato ao Governo do Estado, Ailton Lopes. 
O PCB, da candidata a vice Raquel Lima, não prestou contas de campanha de 2016 e, por isso, foi considerado inapto para as eleições. O juiz Tiago Asfor Rocha Lima deliberou pela exclusão do PCB da chapa. Assim, o PSOL precisa escolher um novo nome para a vaga de vice de Ailton Lopes. De acordo com a assessoria da campanha, a situação da chapa será redefinida em reunião da executiva estadual do PSOL com a direção do PCB, na tarde deste sábado (15), na sede do PSOL, no Centro.
Já no caso do PCO, o indeferimento do Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) por decisão do Pleno do TRE-CE, embora com recurso, incidiu sobre a postulação de todos os candidatos da agremiação, incluindo o postulante ao Governo do Estado, Mikaelton Carantino, que teve registro de candidatura indeferido. Segundo a Secretaria Judiciária do TRE-CE, o caso, agora, está na Procuradoria Regional Eleitoral.
*** Informações com Diário do Nordeste
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores