quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Justiça decreta prisão de um empresário em Juazeiro do Norte. Assista ao vídeo


Já está preso numa cela da carceragem da Delegacia Regional de Polícia de Juazeiro do Norte, no Cariri (a 528Km de Fortaleza), o empresário de artistas e eventos Yuri Breno Alencar Araújo, 30 anos. Ele teve prisão preventiva decretada pela Justiça nesta última segunda-feira (06-08-2018), após ser postado nas redes sociais um vídeo em que ele aparece disparando tiros de pistola intimidando um empregado de sua fazenda. A ”brincadeira de mau-gosto” rendeu a “Yuri do Paredão” a liberdade.
Na tarde desta segunda, o empresário se apresentou à Polícia Civil, em Juazeiro do Norte, após saber através do seu advogado, que iria responder pelo ato. Contudo, não imaginava que ficaria preso. O advogado dele, Paolo Giorgio Quezado, disse que “frustrante” saber que o cliente ficaria preso, pois havia o apresentado as autoridades para os devidos esclarecimentos.
Contudo, ainda pela manhã, a prisão preventiva do empresário foi decretada pela Primeira Vara da Comarca de Juazeiro. Além do mandado de prisão, o juiz expediu vários mandados de busca e apreensão possibilitando à Polícia entrar em várias propriedades do empresário em busca de provas. E deu certo. Na fazenda de “Yuri Paredão” a Polícia encontrou uma pistola que, possivelmente, foi a utilizada para disparar contra o funcionário. A arma pertence à Polícia Militar de Pernambuco.
O delegado-regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Eduardo Macula, informou que, além do cumprimento da ordem judicial de prisão e de busca e apreensão, os policiais realizaram a apreensão da arma que será objeto da investigação. A Polícia quer saber como o empresário teve acesso a uma arma militar, de uso restrito. Por conta disso, “Yuri Paredão” dever responder também por este crime, de acordo com o Estatuto do Desarmamento.
Cenas - O vídeo mostra o empresário numa “brincadeira” com amigos, quando ele saca a pistola e começa a atirar em direção ao caseiro. O empregado, que já foi ouvido pela Polícia, pede várias vezes para o patrão parar de atirar. Ouve-se risos de quem está gravando as cenas e o empresário chega a mandar o caseiro ajoelhar-se afirmando que “agora tu vai morrer”. Rapidamente, o vídeo postado nas redes sociais teve ampla audiência e repercussão, o que levou a Polícia a abrir a investigação com o pedido à Justiça da prisão de “Paredão”.

*** Informações com Blog Fernando Ribeiro
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores