quinta-feira, 12 de julho de 2018

Um dos Fundadores e líder da GDE é preso em carro blindado nesta quarta (11), em Fortaleza.

Um dos principais fundadores e membro da atual liderança da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) foi preso. Ontem, quarta-feira (11-07-2018), policiais militares capturaram Auricélio Sousa Freitas, o 'Celinho', de 35 anos, por volta das 19h, na Avenida Desembargador Moreira, bairro Dionísio Torres, em Fortaleza.
Conforme a reportagem apurou, 'Celinho' estava em um Corolla, cor preta, blindado. A prisão foi realizada por uma equipe do Comando Tático Motorizado (Cotam) companhia que pertence ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque).
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que, na ocasião, o homem apresentou um documento com a sua foto e nome falso, contudo a equipe sabia de quem realmente se tratava. 'Celinho' vinha sendo procurado desde o início deste ano, sob a suspeita de ser um dos mandantes da Chacina das Cajazeiras.
Após a captura, Auricélio Freitas foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro de Fátima. Até o fechamento desta edição, ele ainda estava sendo ouvido na Especializada.
BuscasEm depoimento, há três meses, a mãe de 'Celinho' havia informado ao Poder Judiciário que não tinha notícias e nem sabia do paradeiro do filho desde o dia primeiro de janeiro deste ano. No último mês de maio, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou que investigação relacionada ao episódio das 'Cajazeiras' estava finalizada, mas as buscas seguiam aos acusados.
Além de Auricélio Sousa Freitas, o inquérito apontou que outros membros da facção ordenaram e organizaram o ataque ao Forró do Gago, são eles: Deijair de Sousa Silva, Noé de Paula Moreira, Misael de Paula Moreira e Zaqueu Oliveira da Silva.
Deijair foi preso no dia 19 de fevereiro deste ano; Noé já estava recluso no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO II); Zaqueu foi capturado no Conjunto Ceará, no último 24 de maio; e Misael Moreira acabou detido pela PM, no bairro Parangaba, há uma semana.
Ficha extensaAssociação criminosa, homicídio qualificado, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. A ficha criminal de Auricélio Sousa é longa e inclui crimes de grande repercussão no Ceará.
Além da participação na maior chacina do Estado, episódio que resultou em 14 mortes, ele é suspeito de expulsar dezenas de famílias das suas casas, na comunidade 'Babilônia'.
A Comunidade, até então, dominada por 'Celinho', teve sua rotina modificada devido à ameaçadas em nome da GDE. Nas paredes, pichações ordenavam a saída imediata de famílias sob ameaça de "toca fogo em tudo(sic)". Outra ação criminosa reivindicada pela Guardiões do Estado foi a série de ataques a ônibus e prédios públicos na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), nos meses de março e abril de 2017.
Auricélio Sousa é cunhado de João Bosco da Rocha, o 'João Presinha', quem, conforme uma fonte ligada à Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), financiou os primeiros grandes ataques da GDE. Também de acordo com a fonte, 'João Presinha' se mudou para outro Estado do Brasil, já no primeiro semestre deste ano.
Com a viagem, 'Celinho' e filhos de João Bosco teriam assumido por completo o alto escalão da organização criminosa local. Apesar da informação concedida por um oficial, a defesa de 'João Presinha' assegura que ele "não faz e nunca fez parte de facção criminosa" não tem envolvimento com o grupo.
A Guardiões do Estado (GDE) foi criada em 2015, no bairro Conjunto Palmeiras, a partir da organização de integrantes de uma torcida de futebol organizada. O grupo ganhou força ao arregimentar jovens para o 'mundo do crime'. Desde então, o grupo vem demonstrando, com barbáries públicas, que age diferente das demais facções atuantes no Ceará.
*** Informações com Diário do Nordeste
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores