sexta-feira, 4 de maio de 2018

Ceará deve receber mais 720 mil doses da vacina da gripe

O Ceará deve receber até o sábado mais 720 mil doses da vacina contra Influenza (H1N1). Serão 200 mil até o fim da tarde desta sexta-feira e mais 520 mil neste sábado. A informação é da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), que coordena todas as ações de combate à doença no território cearense. Com essa remessa, o órgão espera regularizar a demanda. As doses fazem parte do 4º lote de vacina destinado a Fortaleza. Na última sexta-feira, o Estado recebeu 176 mil unidades. No total, o Ministério da Saúde (MS) deve enviar pouco mais de 2.5 milhões de doses.
Ainda de acordo com a Sesa, 18 unidades de saúde irão abrir amanhã, entre 8h e 17 horas, em Fortaleza. O Centro de Saúde Escola Meireles, do Estado, atende no sábado, de 10 às 16 horas. Já no domingo, a vacinação acontece em sete postos municipais. A busca por imunização é justificada pelo número de casos. Apesar de não ser considerada epidemia pela Secretaria da Saúde do Estado, foram 91 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada pela influenza, no Ceará; do subtipo H1N1 foram 76, com 11 óbitos confirmados. Boletim epidemiológico mais recente deve ser divulgado hoje.
Segundo o titular da Sesa, Henrique Javi, 40% do grupo prioritário já foi imunizado contra a gripe no Ceará. "Um recorde se compararmos com os anos anteriores", comenta ele. A meta é vacinar 90% dessa faixa populacional. Em anos anteriores, no mesmo período de tempo, o Estado tinha média entre 10 a 15% de imunizados.
"Não existe motivos para correria. Até porque a campanha prossegue até o dia 1º de junho e no sábado, dia 12, teremos em todo o País, o Dia D, quando todos os postos estarão abertos", frisa o secretário.
Ainda segundo Henrique Javi, a vacinação contra influenza mostra-se como uma das medidas mais efetivas para a prevenção da doença grave e de suas complicações. "A prevenção é fundamental, como lavar as mãos, passar álcool gele, ao sinal de febre alta por mais de 48 horas, procurar unidade de saúde e receber orientações médicas", salienta.
O Ceará, no período de 1999 a 2017, em todos os anos, alcançou a meta de vacinação nos grupos prioritários durante a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza.
Até o ano de 2016, a Cobertura Vacinal (CV) preconizada pelo Ministério da Saúde como adequada era de 80% da população alvo vacinada. Já a partir de 2017, esta meta aumentou, passando a ser de 90%.
Grupo prioritárioFazem parte do grupo prioritário pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses a menores de cinco anos; trabalhadores de saúde; professores das redes pública e privada; povos indígenas; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); pessoas privadas de liberdade - o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas; e funcionários do sistema prisional. As pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.
*** Informações com Diário do Nordeste
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores