terça-feira, 21 de novembro de 2017

Suspensão do atendimento no Frotinha da Parangaba gera tumulto e guarda municipal é espancado por pacientes

A suspensão do atendimento no Frotinha da Parangaba causou confusão na unidade de saúde e um Guarda municipal de Fortaleza, que atendeu  a ocorrência de dois pacientes que causavam tumulto, foi espancado a chutes e golpes de capacete. O agente de segurança teve afundamento de crânio e traumatismo craniano e acabou sendo encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF), Centro. O caso aconteceu no último sábado, 18. 
Uma fonte ligada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que pediu para não ser identificada, informou que dois homens em uma motocicleta chegaram à unidade de saúde, na noite do sábado. Os dois causaram tumulto ofendendo funcionários devido a falta de atendimento. A Guarda Municipal foi acionada para conter a situação e o guarda municipal foi xingado pelos dois pacientes. O agente de segurança deu voz de prisão a dupla, que passou a efetuar golpes de capacete e chutes contra o guarda. 
De acordo com a fonte, o guarda municipal é um subinspetor e apresentava traumatismo craniano e afundamento de crânio. Os criminosos fugiram. A fonte não soube informar a idade do agente, mas relatou que ele está perto da aposentadoria. Em relação ao atendimento no hospital, a fonte revela que a emergência da unidade não está atendendo. 
"Se você for de carro eles mandam voltar. Só estão atendendo quem está para morrer ou as pessoas encaminhadas pelo Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência). A máquina de cortar o gesso também segue quebrada, então todos que estão para o retorno acabam voltando", denuncia. 
 A Guarda Municipal confirmou a ocorrência envolvendo o subinspetor e disse que ele passou por exames e "passa bem". Já os agressores fugiram. Conforme a Guarda Municipal, o caso foi encaminhado à Polícia e as imagens das câmeras de segurança devem ser utilizadas para apurar o caso e identificar os criminosos. A direção do hospital está acompanhando o caso.
Já a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou, por meio de nota, "que nenhum órgão de segurança ligado à pasta foi acionado acerca dos fatos narrados na demanda".  
SMS A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou, por meio de nota, que repudia qualquer ato de violência contra os servidores públicos e se solidariza com o subinspetor, além de aguardar a apuração e punição dos agressores. 
Conforme a SMS, o Frotinha da Parangaba teve o atendimento suspenso devido a superlotação e foi necessaria a suspensão temporária do ingresso de novos pacientes. "Ressaltamos que as equipes estavam completas e os serviços de atendimento mais urgentes e oriundos do Samu sendo executados normalmente", informou. 
Conforme o órgão, a partir da segunda-feira, 20, o atendimento foi normalizado. Durante a suspensão, os pacientes com casos de menor gravidade eram direcionados a atendimento em outras unidades. Sobre o aparelho de cortar gesso, a SMS informou que o equipamento está com problemas, mas que providenciou uma substituição. 
Outro casoNa noite desta segunda-feira, 20, outra ocorrência de violência a guardas municipais foi registrada. Segundo a Guarda Municipal de Fortaleza, houve uma abordagem no terminal da Lagoa e os suspeitos começaram a desacatar e jogar pedras nos agentes da segurança. Uma das pedras atingiu um guarda, que foi conduzido ao Hospital da Parangaba. 
Conforme a Guarda Municipal, suspeitos foram detidos e a ocorrência foi encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), pois um deles informou que era adolescente. As identificações e respectivas idades ainda seriam confirmadas.  
Servidores públicos são vítimas de violênciaEm julho deste ano uma técnica de enfermagem foi ameaçada por pacientes enquanto realizada atendimento no Instituto Doutor José Frota (IJF), Centro. A ocorrência foi encaminhada ao 34º DP (Centro). 
No dia 31 de outubro O POVO divulgou, com base no Anuário Brasileiro da Segurança Pública 2017, que 1.090 diretores e professores do Ceará relataram intimidações no ambiente escolar. 
No dia 24 de agosto O POVO divulgou que os profissionais do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foram acionados para atender uma suposta vítima de AVC, mas ao chegar no endereço indicado, foram surpreendidos por um grupo armado que realizou um assalto.  
*** Informações com Jéssika Sisnando via O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores