terça-feira, 29 de agosto de 2017

PM é recebida a bala em "pancadão", mas acaba festa e prende bandidos

Uma operação desencadeada pela Polícia Militar, através Comando do Policiamento da Capital (CPC), resultou no fechamento de uma casa de forró, na noite desta segunda-feira (28), onde os PMs foram recebidos a tiros. A ação faz parte de um plano de combate à violência em Fortaleza desencadeado por determinação do Comando-Geral da Corporação.
O cerco aconteceu no “Forró do Gago”, localizado na comunidade Jardim Violeta, no bairro Cajazeiras. A Polícia recebeu informações de que no local haveria um “Pancadão”, com a reunião de “paredões” de som e a presença de bandidos de facções, pessoas armadas e o tráfico de drogas.
O subcomandante do Policiamento da Capital, tenente-coronel PM Ricardo Moura, informou que, no momento em que as viaturas se aproximaram do local, foram recebidas a tiros por um adolescente, que teria tentado fugir pelos fundos da casa de forró, mas o local estava cercado. “Determinei que fosse feito o cerco e conseguimos apreendê-los com uma pistola de calibre ponto 40, com a numeração de série raspada”, conta o oficial.
Ainda durante a ação, várias pessoas foram revistadas. Um “paredão” de som que estava ligado em altíssimo volume foi apreendido por policiais do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA). Equipes do Batalhão Rondas de Ações Intensivas e ostensivas (BPRaio) participaram da operação.
Várias motocicletas que estavam irregulares ou eram utilizadas em ações criminosas naquela região da Capital foram apreendidas pela Polícia e seus pilotos identificados.
A Polícia realizou ainda uma ação semelhante em outro ponto do Capital, no “Forró do Damásio”, mas o local estava fechado quando seus proprietários tomaram conhecimento da operação no “Forró do Gago”.
Comemorar - Na semana passada, a PM impediu duas festas que seriam promovidas por bandidos leigados a uma facção criminosa. Uma delas ia acontecer na comunidade Rosalina, no bairro Parque Dois irmãos. Os bandidos anunciaram nas redes sociais que iriam “comemorar” a morte de um PM no bairro.
Ao tomar conhecimento do fato, através da Inteligência, o comandante da PM, coronel PM Ronaldo Viana, determinou uma operação para acabar com as duas festas e, também nas redes sociais disse que os bandidos iriam comemorar a morte do policial “no inferno”. Chamou os criminosos de “vermes asquerosos” e suas declarações logo ganharam apoio da população nos aplicativos.
*** Informações com Blog do Fernando Ribeiro
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores