quinta-feira, 6 de julho de 2017

Fundo de Desenvolvimento do Nordeste vai financiar o Fies

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, comemorou as novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). “Sou um entusiasta desta MP. Desde a primeira conversa com o ministro da Educação, Mendonça Filho, eu aderi à proposta. Apoiar a educação dos nossos jovens é a melhor forma de promover o desenvolvimento do nosso país”, afirma o ministro.
O Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será dividido em três modalidades e começará a funcionar já em 2018. No total, o Novo Fies vai garantir 300 mil vagas, das quais 100 mil a juros zero, para estudantes com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos.
Helder Barbalho determinou que a equipe do Ministério da Integração preste toda ajuda ao Ministério da Educação para efetivar o financiamento do FIES pelos Fundos Regionais (Constitucionais e de Desenvolvimento) administrados pela pasta.
O ministro da Integração Nacional explica que não há risco de faltar recursos para apoiar os futuros projetos de desenvolvimento para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Ele destaca que a programação financeira para os próximos quatro anos é mais do que suficiente para fazer frente às demandas por financiamentos.
Os Fundos Constitucionais são voltados, prioritariamente, a empreendedores de pequeno e médio porte e contemplam, inclusive, agricultores familiares por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Esses fundos financiam projetos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.
Já os Fundos de Desenvolvimento destinam-se a empreendimentos de grande porte, inclusive na área de infraestrutura, com capacidade de gerar novos negócios. Esses são os fundos da Amazônia (FDA), do Nordeste (FDNE) e do Centro-Oeste (FDCO).
DESEMPENHO 1º QUADRIMENTES 2017
Para se ter uma ideia do potencial desta nova modalidade de financiamento, podemos apontar que nos primeiros quatro meses deste ano, o volume de empréstimos já contratados via fundos constitucionais do Nordeste (FNE), do Norte (FNO) e do Centro-Oeste (FCO) cresceu 54% em relação ao mesmo período de 2016.
Os projetos habilitados a receber recursos dos fundos constitucionais ultrapassaram R$ 5,9 bilhões. É a maior alta desde 2010, numa sinalização de que a economia brasileira começa a atrair novos investimentos.
*** Informações com Ceará Agora
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores