quinta-feira, 15 de junho de 2017

Com o fim do Ronda do Quarteirão, a bola da vez é o Raio em todo o Ceará

Um projeto ilusionista? Um truque de marketing de campanha? Um projeto mal elaborado? O que deu errado na execução? Faltou experiência e comprometimento?
São respostas a estas indagações que especialistas em Segurança Pública buscam para explicar o retumbante fracasso que sofreu o programa de Polícia Comunitária Ronda do Quarteirão, a “menina dos olhos” do então governador do Ceará, Cid Ferreira Gomes. Foram 10 anos de idas e vindas, com muitas denúncias, reclamações, mas também elogios e a esperança de dias melhores para a ordem pública no Ceará. E o que restou?  Talvez nada. Até mesmo as caminhonetas luxuosas modelo Hilux estão sendo, paulatinamente, substituídas por outros modelos de veículos para as polícias Civil e Militar, mais baratos, menos luxuosos, mas que atendam à demanda de policiamento ostensivo.
Com o passar dos anos, tudo aquilo que foi programado para o Ronda foi sendo extinto. Começou com as “visitas sociais” que cada patrulha tinha que fazer em seu turno de trabalho. Depois sumiram os telefones celulares que cada viatura tinha. Sumiram também as câmeras que espionavam o comportamento dos militares. A interação com os Conselhos Comunitários foi pro beleléu.  A esdrúxula ordem de não perseguir bandidos também foi banida. As diretrizes foram sumindo até, finalmente, o Ronda acabar de vez.
RAIO É A BOLA DA VEZ!!!Com a retomada do crescimento da criminalidade no Ceará, após um período de trégua imposto pelas facções criminosas, o governador Camilo Santana quer uma transformação no setor. Faltando um pouco mais de um ano e meio para o fim do seu mandato, e a perspectiva de uma reeleição, ele quer colocar na Segurança Pública a sua marca. Da herança maldita de Cid Gomes, Camilo quer se livrar.  Está mudando o padrão das viaturas, vai mudar a farda da PM (apenas adiou) e extinguiu o Ronda. A bola da vez é o Raio, uma tropa de elite que, aos poucos, vai saindo dessa condição e se tornando uma tropa comum, assim como o Policiamento Ostensivo Geral (POG).  Hoje está espalhado por várias cidades do Interior. E vai se espalhar mais.
ABRE E FECHA DE DELEGACIASJá a implantação das Unidades Integradas de Segurança, as Unissegs, caminha também para um fracasso, assim como foi o Ronda. Sem efetivo suficiente para trabalhar de acordo com o que o projeto previa, o governo só conseguiu, até agora, implantar apenas uma, a do bairro Vicente Pinzón. Mas anuncia que vai, em breve, inaugurar mais duas; no José Walter e no Bom Jardim.  Ainda, assim, está muito longe do que foi planejado. Faltam delegados, inspetores, escrivães, peritos. De 35 delegacias distritais existentes em Fortaleza, somente nove funcionam 24 horas (2º, 7º, 9º, 10º, 11º, 12º, 13º, 30º e 34º DPs). O 32º (Bom Jardim) vai virar plantonista, mas em compensação, o 12º DP (Conjunto Ceará) deixará de ser. Na Região Metropolitana são apenas três plantonistas (Caucaia, Maracanaú e Horizonte), num universo de 16 Municípios.  O lençol, portanto, é curto. Abre uma delegacia, fecha outra. Assim, o projeto das Unissegs é um natimorto.
SISTEMA ESTOURADOVinte e seis mil pessoas compõem, hoje, a massa carcerária do estado do Ceará. Um recorde na história do estado. Claro, neste universo estão aquela e aquelas que cumprem regime fechado, semi-aberto e também o aberto. Destes 20 mil estão atrás das grades, gerando um custo mensal de aproximadamente R$ 30 milhões. Em excelente reportagem publicada na última segunda-feira, o jornal Diário do Nordeste fez um raio-x do sistema. “Não é fácil tomar de conta de pessoas que, muitas vezes, nem a família nem a sociedade querem ver por perto”, disse a secretária de Justiça, Socorro França. E é verdade!
PORTA ABERTAO que a secretária não falou foi sobre o loteamento das cadeias pelas facções criminosas. Na Casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Jucá Neto, a CPPL 3, em Itaitinga, estão confinados e isolados das demais facções, os membros do PCC. Eles estão fora da guerra que está sendo travada por outros dois grupos criminosos, no caso, a Guardiões do Estado (GDE) e o Comando Vermelho (CV). No entanto, caladinhos, estão, paulatinamente, fugindo dali. Cerca de 100 já escaparam, dentre eles, bandidos de altíssima periculosidade, como o pistoleiro Delano Diógenes, o “Delaninho”, temido no Vale do Jaguaribe.
JUSTA HOMENAGEMA Direção da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) fez uma justa homenagem aos policiais militares que integravam o corpo de operadores de rádio e que agora vão para a Reserva Remunerada. a seis policiais militares, que irão para a reserva da Polícia Militar, após mais de 30 anos de serviços prestados a instituição. Os segundos-tenentes da PM, José Augusto Sousa de Paula, Francisco José Alves da Silva, Luiz Sérgio Ferreira da Silva, Narcélio Lima Rocha, Júlio Rodrigues Neri; e o primeiro-tenente José Ernando Henrique de Oliveira integram o efetivo da Ciops desde o ano da sua criação, em 1998. No entanto, antes mesmo da inauguração da coordenadoria, os policiais atuavam no Centro de Operações da Polícia Militar, conhecido por Copom.
 E TEM MAIS:* Concluído Curso de Especialização em Policiamento com Motocicletas – CEPM/RAIO. Foram duas  turmas de formação (33ª e 34ª). O curso habilita o policial militar a compor o Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas – BPRaio. A atual conclusão de curso, entrega 50 PMs habilitados de um total de 71  que deram início, onde, com o passar da formação, alguns agentes foram eliminados dentro de um rigoroso processo de seleção continuada.
* O escândalo que atingiu o Judiciário cearense, com a formação de uma verdadeira quadrilha dentro do Tribunal de Justiça do Estado, teve mais um capítulo com o afastamento do cargo dos juízes de Direito, Onildo Antônio Pereira da Silva e José Edmilson de Oliveira, ambos atuantes nas Varas Cíveis. A Polícia Federal entrou nos gabinetes deles em buscas de provas documentais de envolvimento com o pagamento de propina para a concessão de decisões judiciais. Nesse bolo, acabou entrando um famoso escritório de advocacia de Fortaleza. O negócio no TJCE tá feio!!!
* E com mais de seis mil inquéritos policiais instaurados para investigar assassinatos, as prateleiras e armários da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estão abarrotados. A falta de delegados, escrivães e inspetores certamente fará com que tais inquéritos não sejam concluídos. Bom para os assassinos, que ficarão impunes e livres para cometer  mais e mais mortes.
* Sem delegados para presidir tantos inquéritos, sem inspetores e escrivães para apurar os crimes, o Ceará vai se mantendo entre aqueles com maiores taxas de homicídios do País. Não é brincadeira não. Só no mês passado, 471 pessoas foram mortas. A resolução dos crimes é baixíssima. De 100 assassinatos, apenas cinco (em média) são esclarecidos e seus autores indiciados.
* Além da explosão das taxas de homicídios, as autoridades da Segurança estão se deparando, cada vez mais, com crimes horripilantes. Bandidos cruéis, assassinos macabros, estão à solta nesta cidade. Eles praticam assassinatos marcados pela crueldade, com esquartejamento ou decapitação das vítimas. Restos humanos são jogados no lixo, em rios, matagais ou deixados nas ruas, dentro daqueles carrinhos de catadores de materiais recicláveis. É a volta à barbárie, coisa da Idade Média!
*** Informações com Fernando Ribeiro via Ceará News 7
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores