segunda-feira, 1 de maio de 2017

Mulher é agredida por policial na Beira-Mar, em Fortaleza. Assista ao vídeo.

Um inquérito será aberto para investigar a agressão de um policial militar contra uma mulher, na Praia de Iracema, no último fim de semana. A mulher foi agredida com um tapa no rosto durante uma ocorrência. A ação foi filmada e publicada nas redes sociais. Em uma das páginas, o vídeo foi compartilhado mais de 15 mil vezes. 
No vídeo, o militar, acompanhado de um colega de trabalho, aproxima-se de uma aglomeração e é abordado pela mulher, que não foi identificada. Em tom de voz elevado, manda a mulher falar baixo e em seguida, desfere o tapa. A ocorrência que os policiais atendiam não foi informada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Nas redes sociais, comenta-se que a Polícia foi acionada após um assaltante praticar um assalto.
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informou que o fato está sendo apurado. “A Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) também informa que o referido policial foi afastado de suas funções e que ele se apresentará no Quartel do Comando Geral (QCG), amanhã (02). A SSPDS reforça que a ação não condiz com a formação que os agentes das forças de segurança do Estado recebem e contraria o treinamento e orientações ofertados a estes profissionais”. 
A pasta também orienta aos cidadãos que tiverem denúncias relativas à atuação policial ou presenciarem práticas abusivas por parte de agentes de segurança a formalizarem a queixa junto à Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (CGD), para que tais ações sejam devidamente investigadas.
Versão do PM - O capitão da Polícia Militar, Allan Kardec Barbosa Ferreira, prestou depoimento sobre o caso. O CNEWS obteve o acesso ao documento. Allan afirmou que estava em serviço, quando percebeu uma movimentação. Ao se aproximar com um soldado, notou que havia um homem, possivelmente morador de rua, estava no chão e uma multidão o agredia. De acordo com populares, o homem pegou na mão de um adolescente. 
Ainda no depoimento, Allan disse que tentou conter a multidão e em determinado momento, o homem conseguiu fugir. Então a mulher se aproximou e tentou insuflar os ânimos dos agressores: “Vocês só protegem bandidos, que 'ele' tinha que apanhar mesmo, pois era vagabundo”, diz o documento. Leia na íntegra o documento - Aqui.

*** Informações com CNEWS
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores