sexta-feira, 31 de março de 2017

Peixes infestados de larvas são encontrados no Rio Jaguaribe, em Iguatu

A Vigilância Sanitária de Iguatu (VSI) recomendou a suspensão da pesca e venda de peixes do Rio Jaguaribe, na localidade de Oixá, em Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará. No início desta semana, peixes vivos da espécie curimatã foram encontrados infestados de larvas. A Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa) e a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) também acompanham o caso.
Dois peixes infestados foram enviados nesta quinta-feira, 30, para análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen), em Fortaleza, com o objetivo de identificar as causas do problema. Coletas da água do Rio Jaguaribe foram encaminhadas para a unidade do Lacen em Icó. O laudo sobre as amostras é liberado 24h após avaliação, entretanto, o Laboratório ainda não recebeu o material.
De acordo com o chefe da VSI, Samuel Bezerra, enquanto não sai o laudo do Lacen, a recomendação é que a comunidade não consuma os peixes da região. O coordenador disse que a Vigilância tem orientado os moradores em relação a uma possível infestação. "Nós pedimos em caráter de urgência para o Lacen dar o laudo sobre o material até a próxima semana", comentou ele.
A coleta do material foi realizada por uma equipe da Cogerh. Os profissionais entregaram amostras de quatro peixes infestados e da água do Rio à Vigilância do município. Conforme Samuel Bezerra, não houve, até o momento, registro de entrada de pacientes no hospital da região com problemas relacionados ao consumo do curimatã da região.
Segundo o coordenador de Ordenamento e Fiscalização da Seapa, Oswaldo Segundo, ainda não é possível saber o que ocasionou a infecção nos peixes da espécie curimatã. Caso o Lacen não consiga identificar as causas do problema, as amostras podem ser enviadas para laboratórios no Rio de Janeiro ou no Amazonas, afirmou Oswaldo.
"Não é uma coisa inusitada. É possível isso acontecer dependendo da substância que (o peixe) tenha comido, pode estar se alimentando numa água em ambiente contaminado. Como o reservatório está baixo, pode ter acontecido algo pontual. Mas ainda não temos ideia da magnitude porque não temos o resultado (do laudo), tem que analisar", comentou Oswaldo.

*** Informações com  O Povo - Colaborou Alex Santana/Iguatu.net
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores