terça-feira, 1 de novembro de 2016

"A Força dos FG's": Com quase um terço das cidades, PDT é a sigla que mais cresceu no Ceará nas eleições de 2016.

Além da capital cearense, com a reeleição de Roberto Cláudio, o PDT ocupará prefeituras de mais 50 dos 184 municípios no Ceará – 27,7% do Estado. Sozinho, o partido elegeu mais prefeitos que o 2º e 3º colocados juntos – PMDB e PSD. Na base aliada, Camilo Santana (PT) contará com apoio de 132 prefeitos.
O comando estadual do PDT afirma que o Ceará apresentou nas eleições deste ano, proporcionalmente, o maior crescimento da sigla no Brasil. Em 2012, o PDT havia eleito nove prefeitos de 19 candidatos. Neste ano, foram 51 – aumento de 466% da representação. O Estado é o segundo na lista do partido em número de prefeitos eleitos, atrás apenas do Rio Grande do Sul, onde tem 78 
prefeituras. 
O índice expressivo, porém, esconde um queda em comparação à atual composição de prefeitos cearenses filiados ao PDT, de 68 gestores. Para o partido, entretanto, a diferença numérica, que gera um decréscimo de 25%, ocorre porque há prefeitos no Estado que já cumprem 2º mandato. 
De 2012 para 2016, o número de nove prefeitos pedetistas catapultou para 69, depois de migração de filiados ao Pros e depois ao PSB.
Para o deputado federal André Figueiredo, presidente estadual do PDT, também “se pode dizer que o partido é o maior em número de prefeituras” em cidades importantes, “como Fortaleza, Sobral, Iguatu e São Gonçalo do Amarante”. Para ele, essa base “projeta matematicamente” a reeleição do governador Camilo Santana (PT).
“Ainda falta algum tempo para 2018, mas claro que o governador é o nosso candidato à reeleição, e não apenas com base do PDT. Pelo nosso levantamento, temos 132 prefeitos declaradamente na base do Camilo”, revela.
A composição atual da aliança pedetista no Ceará dá também mais musculatura às ambições dos Ferreira Gomes para 2018. Além de reeleger Camilo, o grupo pretende lançar Ciro Gomes (PDT) à presidência da República. As duas candidaturas trariam benefícios mútuos, segundo André Figueiredo.
“A candidatura do Ciro vai, por si só, impulsionar as candidaturas aqui (para Executivo e Legislativo). O Ciro teria pelo menos 60% dos votos dos cearenses pra presidência, segundo nossos cálculos”, diz Figueiredo.
O próprio Ciro Gomes, no último domingo, 30, após resultado do pleito em Fortaleza, disse que a reeleição de Roberto Cláudio “fortalece muito” possível candidatura sua à Presidência, em 2018.
“Ainda está muito distante, mas fortalece muito, no meu coração”, contou, ao sugerir que, pelo seu temperamento, precisa do “coração motivado”. “Uma vitória dessas me enche de energia.”  
*** Informações com O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores