quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Noite de terror na Zona Leste de Fortaleza com morte, tiroteios, Ronda atacado e tentativa de incendiar ônibus

Moradores dos bairros Sapiranga-Coité, Conjunto Alvorada e Parque Água Fria, na Zona Leste de Fortaleza, tiveram uma noite de terça-feira (18) e madrugada desta quarta (19) de terror por conta da volta dos tiroteios entre gangues ligadas ao tráfico de drogas. O fim do pacto d pela pacificação entre  as facções criminosas PCC e Comando Vermelho já começa a mostrar seus efeitos. No confronto das últimas horas, pelo menos uma pessoa foi morta e viaturas do Ronda do Quarteirão alvejadas por tiros.
Os conflitos foram localizados na Área Integrada de Segurança Três  (AIS-3), para onde foram deslocados reforços dos batalhões Raio (BpRaio) e de Polícia de Choque (BPChoque) ainda na noite de ontem. Além da Sapiranga-Coité e de suas comunidades próximas, também foram registrados incidentes na região do Grande Mucuripe. Bandidos incendiaram parcialmente mais um coletivo nas proximidades do Cais do Porto, que também pertence à AIS-3.
Foi a segunda noite de tiroteio na Sapiranga, conforme os moradores. A área que foi a primeira comunidade da Capital “pacificada” pelas facções também foi a primeira a romper a aliança e voltou a registrar mortes e confrontos armados, além de ataques às forças policiais.
Um homem, ainda não identificado, foi morto com cerca de 40 tiros de pistola. O crime ocorreu durante o tiroteio. Segundo testemunhas, os atiradores estavam à bordo de um veículo modelo Voyage, prata, de placas 8206 (as letras não foram anotadas). Policiais do BPRaio foram ao local mas os criminosos não foram encontrados.
Logo em seguida, uma patrulha do Ronda do Quarteirão foi atingida a tiros. Segundo os policiais, eram cinco criminosos atirando contra a composição. Nenhum PM ficou ferido.
Ônibus incendiado Já no Cais do Porto, foi registrado o segundo caso de ônibus incendiado nesta semana. O primeiro crime ocorreu na noite de domingo, menos de 24 horas após o assassinato de três mulheres dentro de um bar na Travessa  Vicente de Castro, na Comunidade da Estiva, local onde há um ano e dois meses ocorreu uma chacina que deixou cinco mortos. A disputa pelo domínio no tráfico de drogas gerou os conflitos.
Desde sábado, o clima na favela é de tensão e a PM reforçou o policiamento com viaturas do 8º BPM, Ronda do Quarteirão e do Comando Tático Motorizado (Cotam), do BpChoque. Para dificultar a ação dos policiais, os bandidos danificaram vários transformadores da rede de iluminação pública, deixando a favela e ruas próximas às escuras. 
Por volta das 22 horas desta terça-feira (18), bandidos tentaram destruir um ônibus próximo ao Cais do Porto. O Incêndio foi rapidamente controlado por uma equipe do Quartel do Corpo de Bombeiros do Mucuripe. Os danos no veículo foram parciais. Ninguém foi preso.  
*** Informações com Fernando Ribeiro via Ceará News 7 - Imagem adaptada p/AI.
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SEBRAE - CEARÁ

Meus seguidores