terça-feira, 1 de junho de 2021

Conta de luz fica mais cara a partir desta terça-feira (1º).

A conta de luz vai ficar mais cara a partir desta terça-feira, 1º de junho de 2021, em todo o País. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve pelo segundo mês consecutivo a bandeira tarifária vermelha, a mais cara, e elevou o patamar de alerta para o nível 2. Ou seja, a cobrança de taxa adicional em vigor no mês será de R$ 6,243 para cada 100 kWh consumidos, em junho.
No mês anterior, como o bandeiramento ainda estava em patamar 1, o custo que incidia sobre a conta era de R$ 4,169 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Mais de dois reais de diferença.
De acordo com a Aneel, maio foi o primeiro mês da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), registrando condições hidrológicas desfavoráveis. Mas junho, com os principais reservatórios em níveis ainda mais baixos para essa época do ano, aponta para um horizonte com reduzida geração hidrelétrica e aumento da produção termelétricas.
A última vez que a agência reguladora acionou o patamar mais alto da bandeira tarifária foi em dezembro, após meses sem a cobrança adicional por conta da pandemia. De janeiro a março deste ano, a bandeira tarifária que vigorou no País foi a bandeira amarela, cuja cobrança é de R$ 1,343 a cada 100 kWh.
É preciso levar em conta também que desde o dia 22 de abril os consumidores cearenses estão pagando mais caro em função da revisão tarifária anual da Enel, autorizada pela Aneel, que estabeleceu um reajuste médio de 8,95%.
Para os clientes de baixa tensão esse percentual foi de 8,54%, enquanto que para os consumidores residenciais foi de 7,55% e para as indústrias e grandes comércios, o índice aprovado foi de 10,21%.
O consultor em energia da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Jurandir Picanço, explica que o bandeiramento tarifário é definido mês a mês pela Aneel, porém, em função do baixo nível dos reservatórios, é bem provável que o sistema de bandeiramento continue vermelho até o fim deste ano.
“O período chuvoso só reinicia em novembro, então, a não ser que ocorra um fenômeno imprevisto da natureza, o que é muito pouco provável, devemos seguir com os reservatórios em situação muito crítica, fazendo com que as térmicas, que têm um custo de produção de energia mais caro, continuem a ser acionadas.”
Jurandir Picanço reforça que embora a bandeira vermelha sirva para ajudar a cobrir os custos das térmicas, serve também como um alerta ao consumidor para o uso consciente e o combate ao desperdício de energia. “E sempre é possível economizar um pouco mais.”
*** Informações com 👉 MATÉRIA COMPLETA NO JORNAL O POVO
ATENÇÃO: 👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOS - 👌  Clique Aqui
Espaço reservado para a sua propaganda, seja nosso parceiro e veja sua "marca", sua propaganda ganhar foco na grande mídia da internet; afinal!!! "Quem não é visto, não é lembrado". Ligue agora: 👉 (88) 9.9688-9008. O preço cabe no seu bolso.
👍 Tags: #aconteceuipu #Ipu #reportagem #Ceará #ipuenses #brasil #reportagemdoano #blogueiro #segurançapublica #PolíciaMilitar #PolíciaCivil #acidentes.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS