sexta-feira, 25 de junho de 2021

Ceará é o estado do Nordeste com mais mortes de gestantes e puérperas por Covid-19

Desde o início da pandemia até a última quarta-feira (23), o Ceará contabilizou 846 casos e 71 mortes de gestantes e puérperas por Covid-19. Com isso, o Estado se tornou o primeiro do Nordeste em número de diagnósticos positivos e óbitos em decorrência da doença, segundo dados disponibilizados pelo Observatório Obstétrico Brasileiro Covid-19 (OOBr Covid-19).
Apesar da indesejada liderança, o painel dinâmico aponta que o Ceará somou, em 2020 e em 2021, 746 casos finalizados, ou seja, com desfecho de cura ou óbito. Desse total, 9,52% (71) correspondem a mortes pelo coronavírus no Estado. Proporcionalmente, o percentual de óbitos fica bem abaixo daqueles vistos, por exemplo, em Sergipe (30,61%), Maranhão (26,85%) e Rio Grande do Norte (22,73%).
A porcentagem de casos admitidos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), relativos aos casos finalizados no Ceará, é de 17,73%. Nesse quesito, o Estado fica atrás apenas da Paraíba (14,98%) e de Pernambuco (17,27%). Maranhão (61,29%) e Alagoas (59,15%), por sua vez, apresentam os índices mais altos de admissão de casos finalizados em UTIs.
Em âmbito nacional, o Ceará aparece em 6º lugar - mesma posição que o Amazonas - com mais óbitos maternos por Covid em toda a pandemia, ficando atrás somente de São Paulo (266), Rio de Janeiro (166), Minas Gerais (123), Goiás (80) e Paraná (79).
BAIXA ADESÃO À VACINAÇÃO ELEVA RISCOS, AFIRMA MÉDICA
Na avaliação da ginecologista e obstetra Nathalia Posso, a morte de 9% das gestantes e puérperas infectadas pelo coronavírus no Ceará é um dado “alarmante”. E se deve, sobretudo, à baixa adesão das gestantes à vacinação, devido a questões como a desinformação e o temor a supostos efeitos adversos das vacinas.
“Existiram notícias falando sobre efeitos colaterais da vacina, que algumas não foram verídicas. [Tem] ainda uma certa insegurança por parte da população em relação à vacinação de gestantes porque não foram testadas em gestantes”, justifica.
Grávida de 8 meses, a médica obstetra já foi vacinada com a primeira dose e aguarda receber a segunda, prevista para o início do mês de julho. “É muito mais arriscado contrair o coronavírus durante a gestação do que receber a vacina”, diz, alertando para a maior vulnerabilidade das gestantes aos efeitos da doença.
*** Informações com 👉 Diário do Nordeste
ATENÇÃO: 👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOS - 👌  Clique Aqui
Espaço reservado para a sua propaganda, seja nosso parceiro e veja sua "marca", sua propaganda ganhar foco na grande mídia da internet; afinal!!! "Quem não é visto, não é lembrado". Ligue agora: 👉 (88) 9.9688-9008. O preço cabe no seu bolso.
👍 Tags: #aconteceuipu #Ipu #reportagem #Ceará #segurançapublica #PolíciaMilitar #PolíciaCivil #ipuenses #acidentes

0 comentários:


SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS