sábado, 26 de junho de 2021

"Bolsonaro disse que líder do governo Ricardo Barros está envolvido no escândalo da Covaxin", diz deputado em CPI. Assista

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 ouve nesta sexta-feira (25-06-2021) o deputado Luís Miranda (DEM/DF) e seu irmão, o servidor do Ministério da Saúde Luís Ricardo Miranda, após ambos denunciarem que havia "irregularidades" no contrato de compra da vacina indiana Covaxin.
Durante seu depoimento, Luís Ricardo relatou que avisou o presidente Jair Bolsonaro que três superiores do Ministério da Saúde estavam o pressionando para agilizar os trâmites de importação de vacina anti-Covid.
Entre os nomes citados estão: Roberto Ferreira Dias, diretor de Logística do Ministério da Saúde; tenente-coronel Alex Lial Marinho, ex-coordenador-geral de Logística de Insumos Estratégicos para Saúde e coronel Marcelo Bento Pires, ex-diretor de Programa do Ministério da Saúde.
A denúncia dos irmãos é de que a compra do imunizante indiano envolvia antecipação de pagamento da vacina para uma empresa que não era a contratada, doses a menos e com prazo de validade curto, além de superfaturamento.
Supostamente pressionado, o funcionário teria se recusado a agir dessa maneira e alegou que sua equipe identificou algumas falhas na documentação e inconsistências no acordo assinado com o laboratório indiano Bharat Biotech e a sua intermediária no Brasil, a Precisa Medicamentos.
O deputado Luís Miranda, por sua vez, mostrou à CPI prints de uma conversa com seu irmão, que relata um diálogo com um colega de trabalho, segundo o qual havia pedido de propina de uma pessoa que vendia vacinas. A troca de mensagens ocorreu em 20 de março deste ano.
Após muita insistência e quase sete horas de depoimento, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) confirmou que o nome citado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre um suposto “rolo” na aquisição das vacinas Covaxin é o do líder do governo no Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).
Com a voz embargada, Miranda diz que “todo mundo sabe que é Ricardo Barros”, o deputado citado por Bolsonaro como responsável pela situação com a Covaxin.
Em publicação nas redes sociais imediatamente após a menção, Barros se manifestou e negou qualquer relação com as negociações para a aquisição da vacina contra a Covid-19 da indiana Bharat Biotech. (..) "Não participei de nenhuma negociação em relação à compra das vacinas Covaxin. 'Não sou esse parlamentar citado'. A investigação provará isso", escreveu o líder do governo em sua conta no Twitter. Ricardo Barros também falou sobre a menção anterior ao seu nome na CPI. Ele foi citado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) como autor da nomeação da servidora Regina Célia, apontada por Luís Ricardo Miranda, irmão do deputado e servidor do Ministério da Saúde, como responsável pelos trâmites da Covaxin. "Também não é verdade que eu tenha indicado a servidora Regina Célia como informou o senador Randolfe. Não tenho relação com esses fatos", conclui Ricardo Barros, em sua conta no Twitter.
Antes de assumir o atual mandato como deputado federal, Barros foi ministro da Saúde, no governo do ex-presidente Michel Temer (MDB), quando essa nomeação supostamente teria sido feita por ele. (Veja o documento).
Emenda - Imediatamente após a menção, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) pontuou que o deputado Ricardo Barros foi, segundo ele, autor de emenda que facilitou a importação da Covaxin para o Brasil.
*** Informações com 👉 CNN E JORNAL DO BRASIL
ATENÇÃO: 👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOS - 👌  Clique Aqui
Espaço reservado para a sua propaganda, seja nosso parceiro e veja sua "marca", sua propaganda ganhar foco na grande mídia da internet; afinal!!! "Quem não é visto, não é lembrado". Ligue agora: 👉 (88) 9.9688-9008. O preço cabe no seu bolso.
👆 Tags: #aconteceuipu #reportagem #Ceará #Ipuenses #brasil

0 comentários:


SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS