segunda-feira, 29 de março de 2021

Covid-19: "Fui mutilada. Aprendendo a conviver com o que restou de mim".

Na garupa da moto, abraçada ao marido, vento no rosto, ela se sentia revigorada depois de o casal ter superado a Covid-19. Ambos foram infectados pelo vírus, mas o quadro dele foi mais grave, passou 18 dias intubado numa UTI.
Aquele passeio celebrava uma superação. Sete meses depois, Daniela Souza Antoneli, 49, foi surpreendida pela morte do companheiro, vítima de infarto. Desde 28 de dezembro, passou a viver sozinha. "Fui mutilada. Estou aprendendo a conviver com o que restou de mim", conta.
Vez ou outra, dá vontade de sumir, desaparecer. "A sensação de desamparo é recorrente. Maior que ela só mesmo o desejo de seguir em frente."
Moradora do Tremembé, zona norte da capital, Daniela tem uma filha de 23 anos, que vive no interior paulista. Hoje, ela se apoia na companhia dos cães, Kika, 11, Nany, 8, e Buzz, 5, assim como no contato remoto que mantém com os amigos e os parentes.
O sentimento profundo pela morte de um ente querido se avoluma num estágio de restrições ainda mais severas diante do descontrole de transmissão do coronavírus. "Entre abril e maio do ano passado, tinha vivenciado uma espécie de luto precoce, quando ele estava grave, em coma."
Numa época em que os dias parecem todos iguais, viver só e ainda confinada é um desafio de superação e, sobretudo, um aprendizado. "Num momento tão solitário e desesperançoso como agora, com pouca vacina, a solidão tem sido um exercício diário de renovação e fé. Independentemente do que sinto, estou à procura de um novo sentido para a minha vida."
Quase 290 mil mulheres moravam sozinhas na cidade de São Paulo, enquanto os homens somavam 215 mil, segundo o Censo de 2010.
Patrícia Mattos, psiquiatra da Unifesp, explica que nossos mecanismos naturais de autocura estão intrinsecamente ligados a uma presença humana de segurança. "Só que, neste momento, estar com o outro é uma ameaça", diz ela. (Clique Aqui e tenha acesso a notícia por completo).
*** Informações com 👉 FOLHAPRESS via NOTÍCIAS AO MINUTO
ATENÇÃO: 👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOS - 👌  Clique Aqui
Espaço reservado para a sua propaganda, seja nosso parceiro e veja sua "marca", sua propaganda ganhar foco na grande mídia da internet; afinal!!! "Quem não é visto, não é lembrado". Ligue agora: 👉 (88) 9.9688-9008. O preço cabe no seu bolso.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS