sexta-feira, 19 de março de 2021

Brasil bate novo recorde com 2.659 mortes pela covid-19 em 24h; enquanto isso Bolsonaro vai ao STF contra medidas restritivas dos governadores

O Brasil registrou 2.659 novas mortes pela covid-19 e em apenas 18 dias do mês de março já superou todas as vítimas de fevereiro, que já tinha sido um período muito ruim no País. A média móvel de óbitos semanal, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, bateu recorde pelo 20º dia consecutivo e ficou em 2.096 nesta quinta-feira, 18. Com transmissão descontrolada da doença, o País tem visto o colapso de várias redes hospitalares. Governadores e prefeitos têm recorrido a restrições ao comércio e até ao lockdown para frear o vírus. Já o presidente Jair Bolsonaro continua como forte crítico das medidas de isolamento social, recomendadas por especialistas, e afirma temer efeitos negativos na economia.
O número de mortes vem batendo recorde no Brasil e se em todo o mês de fevereiro foram registradas 30.484 óbitos por covid-19, em apenas 18 dias de março esta marca já foi batida e alcançou 32.777 na soma até o momento. Especialistas apontam que no mês de abril pode ser ainda pior e a pandemia se aproximar da triste marca de 4 mil mortes diárias por coronavírus.
Nesta quinta-feira, o número de novas infecções notificadas foi de 87.169 – não estão computados os números do Rio Grande do Norte, não divulgados até a publicação deste texto. No total, o Brasil tem 287.795 mortos e 11.787.600 casos da doença, sendo a segunda nação com mais registros, atrás apenas dos Estados Unidos. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 10.399.432 pessoas estão recuperadas.
Nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 86.982 novos casos e mais 2.724 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 11.780.820 pessoas infectadas e 287.499 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.
ENQUANTO ISSO - O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira que o governo apresentou uma ação ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra medidas restritivas adotadas por governadores, que incluem toques de recolher durante o agravamento da pandemia da Covid-19. Segundo Bolsonaro, a ação foi apresentada pela Advocacia-Geral da União, mas é "supervisionada" pelo Ministério da Justiça.
(..) "Entramos com uma ação hoje, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, junto ao STF, exatamente buscando conter esses abusos, entre eles o mais importante é que nossa ação foi contra decreto de três governadores. Inclusive, no decreto, o cara coloca ali toque de recolher, isso é estado de sítio, que só uma pessoa pode decretar, eu". Disse o presidente durante transmissão ao vivo em suas redes sociais.
*** Informações com 👉 JORNAL DE BRASÍLIA E G1
ATENÇÃO: 👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOS - 👌  Clique Aqui
Espaço reservado para a sua propaganda, seja nosso parceiro e veja sua "marca", sua propaganda ganhar foco na grande mídia da internet; afinal!!! "Quem não é visto, não é lembrado". Ligue agora: 👉 (88) 9.9688-9008. O preço cabe no seu bolso.

0 comentários:


SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS