sábado, 20 de fevereiro de 2021

Deputado preso circula por batalhão, fala com apoiadores e volta a ameaçar STF. Assista ao vídeo

(RIO/JORNAL ESTADÃO) - Preso desde terça-feira, 16, por ameaçar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e atentar contra a democracia, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi filmado na noite desta quinta, 18, conversando com apoiadores no portão do Batalhão Especial Prisional, em Niterói (Região Metropolitana do Rio), para onde foi transferido a mando da Justiça. Imagens divulgadas pela Globonews mostram o parlamentar ainda circulando pelo pátio do batalhão sem ser incomodado e ameaçando novamente a Corte. Após cumprimentar apoiadores pelo portão, Silveira diz que ainda vai "mostrar para o Brasil quem é o STF”.
A transferência da Superintendência da Polícia Federal no Rio para o batalhão, em Niterói, se deu durante a audiência de custódia, na qual a prisão de Silveira foi mantida, e depois de uma vistoria na sala onde o parlamentar estava preso encontrar dois celulares. Consultada pela reportagem, a secretaria estadual de Polícia Militar do Rio não havia se manifestado sobre o episódio até a publicação deste texto. Durante a audiência de custódia, realizada na tarde desta quinta, 18, a defesa de Silveira buscou um relaxamento da prisão, com a expedição de um alvará de soltura, mas o pedido não foi atendido. Segundo o Estadão apurou, a apreensão dos aparelhos repercutiu mal entre integrantes da Corte e pode dificultar o afastamento da prisão do deputado por parte do Supremo.
Antes mesmo de tomar conhecimento da fala de Silveira na porta do batalhão, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, há havia pedido à Procuradoria-Geral da República (PGR) que analisasse um outro vídeo, divulgado nas redes sociais, em que Silveira se nega a utilizar máscara ao chegar à PF.
Nesta sexta, 19, por ordem de Moraes, os perfis de Instagram e Facebook do deputado federal foram bloqueados. A assessoria de imprensa do deputado informou que as contas foram fechadas e falou em censura. “O instagram do deputado Daniel Silveira foi totalmente fechado para seus seguidores, ou seja, CENSURADO. Estamos testando as demais plataformas”, diz um comunicado publicado no Twitter. A reportagem entrou em contato com o Instagram e o Facebook, que ainda não comentaram o bloqueio.
Fake News Integrante da ala bolsonarista do PSL, Daniel Silveira é investigado nos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos, ambos em curso no STF. Ele foi preso após publicar um vídeo em suas redes sociais fazendo apologia ao AI-5 e discurso de ódio contra ministros do tribunal.
Além da prisão, a gravação lhe rendeu uma denúncia, formalizada pela Procuradoria-Geral da República, por grave ameaça e incitação de animosidade entre o Supremo Tribunal Federal e as Forças Armadas.
Seu destino está agora nas mãos da Câmara dos Deputados. O plenário vai decidir sobre a prisão na tarde desta sexta. A tendência é manter o parlamentar na cadeia: apenas três lideranças, do PSL, PTB e Novo, orientaram as bancadas a votar pela soltura.
Atenção: 👉 Clique aqui para assistir ao vídeo
*** Informações com 👉 JORNAL O ESTADÃO
ATENÇÃO: 👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOS - 👌  Clique Aqui
Espaço reservado para a sua propaganda, seja nosso parceiro e veja sua "marca", sua propaganda ganhar foco na grande mídia da internet; afinal!!! "Quem não é visto, não é lembrado". Ligue agora: 👉 (88) 9.9688-9008. O preço cabe no seu bolso.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS