quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

CoronaVac: avião com insumos para 8,6 milhões de doses chega a São Paulo.

Chegou ao Brasil, no fim da noite de quarta-feira 3, o avião vindo da China com insumos suficientes para a fabricação de 8,6 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19. A aeronave, que saiu de Pequim na terça-feira 2, trouxe 5,4 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), produto necessário para a fabricação do imunizante, e pousou no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) por volta das 23h46.
Esse é o primeiro lote de insumos que o Instituto Butantan recebe neste ano. Segundo a autarquia, as vacinas produzidas com a matéria-prima desembarcada nesta quarta-feira começarão a ser entregues ao Ministério da Saúde no dia 25. O material deve deixar o terminal com destino a capital paulista na manhã desta quinta-feira, 4, após inspeção.
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, e o direto do Instituto Butantan, Dimas Covas, acompanharam o desembarque do produto. Covas comemorou a chegada do insumo e comentou o planejamento para recebimento de novas remessas.
“É uma satisfação enorme ajudar o país nesse momento. Vamos ter, obviamente, algumas dificuldades por esse caminho, mas vamos trabalhar para que essas vacinas sejam disponibilizadas o mais rápido possível”, afirmou.
“Vão chegar mais insumos na semana que vem, no dia 10, e até o final do mês esperamos mais 10 mil litros. Então não pararemos até entregar todo o quantitativo de 100 milhões de doses, que deve ser até agosto, começo de setembro”, acrescentou.
O governador João Doria ressaltou a importância de ter mais vacinas disponíveis à população: “Nós torcemos e pedimos para que mais vacinas sejam disponibilizadas para atender mais brasileiros em todo Brasil. Quanto mais rápido vacinarmos, mais rápido sairemos da crise, mais rápido a economia retoma.”
De acordo com o governo do estado de São Paulo, mais uma carga com 5,6 mil litros de IFA deverá chegar ao Brasil até o dia 10 de fevereiro, o que possibilitará a produção de mais 8,7 milhões de doses em São Paulo.
Somadas, as cargas, recebidas hoje e que chegarão no dia 10, permitirão a fabricação de 17,3 milhões de doses da vacina. A previsão do Butantan é que a produção de vacinas contra a Covid-19 alcance até 600 mil doses diárias com a chegada das remessas de matéria-prima.
A CoronaVac foi a primeira vacina a ser aplicada no Brasil, em meados de janeiro. De acordo com os estudos, sua eficácia geral é de 50,38%, considerada suficiente por órgãos mundiais de saúde. Para casos leves, o imunizante tem eficácia de 78%, além de ser 100% eficaz contra casos graves, internações ou mortes.
*** Informações com 👉 AGÊNCIA BRASIL via REVISTA VEJA.
VEJA TAMBÉM: 
👉 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DE VÍDEOSClique Aqui

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS