quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Argentino é morto vítima de espancamento na Praia do Préa

Um argentino que morava e trabalhava no Ceará morreu depois de ser espancado durante uma discussão em um bar. As informações são do portal La Nacion, da Argentina. A morte do argentino foi registrada no último sábado, 7, mas o crime aconteceu na terça-feira, 3, na Praia do Préa, município de Cruz, a 243 quilômetros de Fortaleza. O local é considerado um ponto turístico e atrai pessoas de todo o mundo. 
A vítima, Rodrigo Duarte, de 33 anos, é natural de Córdoba. Ele morava no Préa há dois anos. No dia do crime ele participava de uma festa organizada pelo proprietário de uma pousada para onde trabalhava.
Duarte, conforme o portal de notícias argentino, enviou mensagens ao grupo de Córdoba, com quem se comunicava, afirmando sobre a festa. No grupo, ele mandou mensagens até 1 hora da madrugada. Já na quarta-feira, 4, os colegas não tiveram notícias e quinta-feira, pela manhã, receberam informações que houve uma discussão em um bar e que ele foi encaminhado a um hospital em estado grave.
No Boletim de Ocorrência (B.O) registrado no Ceará, a informação é que Duarte foi até um bar após sair da pousada e houve uma discussão. O proprietário do bar pediu que eles se retirassem e na saída o argentino foi atingido por um pau.
O estrangeiro foi encaminhado ao Hospital Santa Casa, em Sobral. O cônsul de Recife, Alejandro Funes Lastra, avisou aos familiares que Rodrigo foi operado e que faleceu na tarde do sábado, 7.
As informações obtidas por familiares e amigos são de que pessoas que discutiram com Rodrigo foram identificados, porém não teriam informações sobre quem efetuou a paulada contra a vítima. A família, por meio do portal argentino, pediu justiça e celeridade do caso. Diversos argentinos se manifestaram sobre a falta de segurança no Brasil e citaram situações de violência.
O POVO procurou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da assessoria de comunicação, em um e-mail enviado às 19h10min e aguarda resposta da demanda. 
Caso Gaia 
Em dezembro de 2014, a Italiana Gaia Barbara Molinari, de 29 anos, foi encontrada morta em Jijoca de Jericoacoara. Pelo menos três pessoas foram presas ou detidas, mas o caso, que está prestes a completar seis anos, segue sem ser elucidado. Devido à repercussão internacional, o crime se tornou sinônimo de impunidade.
Gaia foi encontrada morta na manhã do dia 25 de dezembro de 2014, com sinais de estrangulamento, na localidade de Serrote, próximo à trilha que dá acesso à Pedra Furada. Durante os três anos que sucedeu o crime, mais de 60 pessoas foram ouvidas.  
*** Informações com:  O Povo

Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS