sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Ocorrência do fenômeno La Niña pode favorecer chuvas em 2021 no Ceará, apontam meteorologistas

Meteorologistas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam a consolidação do fenômeno La Niña, entre o centro e o leste do Oceano Pacífico. Isso significa que poderá haver um resfriamento das águas do Pacífico Equatorial (0,5°C ou menos) e, consequentemente, grandes chances de boas pluviometrias no Nordeste.
“É um bom indicativo para o início da quadra chuvosa”, ilustrou o meteorologista do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Inpe, Diego Jatobá. Ele aponta, ainda, que a La Niña vai influenciar também “as chuvas na pré-estação, no Ceará”. Apesar do tom de otimismo, ele ressalta, entretanto, ser “necessário frisar que é um fenômeno de rápida duração e de baixa intensidade”, e que pode se modificar até o fim do ano.
Já a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), do governo norte-americano, segue a mesma análise do Inpe, mas pondera que o fenômeno ainda está “com fraca intensidade”. Estudos do Inpe mostram que, até o momento, a La Ninã deve permanecer durante o verão no Hemisfério Sul (início do ano, no Ceará), e perder força a partir da segunda quinzena de março.
Para o meteorologista da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Humberto Barbosa, esse grau de intensidade pode sofrer mudança até o fim do ano. “Até o momento, temos um cenário favorável, uma La Niña moderada, mas ganhando força. Só o fato de não termos El Niño (aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial) é um bom indicador”, explica.
O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Flaviano Fernandes, também considera que as chances de atuação da La Niña são boas. “Olhando para o quadro, agora, está muito favorável, mas vamos depender mais uma vez do Atlântico”, afirma. “Se o Atlântico Sul ficar mais quente do que o Norte, então teremos chuvas intensas, mas essa resposta só teremos em janeiro do próximo ano”, pondera.
O cenário se torna ainda mais favorável quando analisado outros fenômenos. Humberto Barbosa destaca o aspecto da Oscilação Decadal do Pacífico (ODP), que é um fenômeno climático de caráter cíclico que influencia diretamente as transformações climáticas da Terra, de longa duração, e que está negativa, ou seja, diminuição da temperatura das águas superficiais do Pacífico Equatorial, o que é bom para o Nordeste. “É um outro dado favorável à ocorrência de chuva dentro ou acima da média no semiárido nordestino, pois favorece a La Niña”.
Apesar do bom prognóstico, os institutos são uníssonos ao afirmarem ser preciso seguir o monitoramento para identificar a definição da temperatura das águas superficiais do Oceano Atlântico Tropical Sul. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), por sua vez, diz que divulgará as análises e previsões “próximo ao fim do ano”.
*** Informações com: G1

Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS