sábado, 24 de outubro de 2020

Mãe de recém-nascido se revolta, morde e arranca parte do dedo de médica

Uma mulher mordeu o dedo indicador direito de uma médica depois de receber alta após o parto e o bebê seguir internado em observação clínica. O caso aconteceu na quarta-feira (21) no Hospital Maternidade Almeida Castro, em Mossoró, Região Oeste do Rio Grande do Norte, e a profissional perdeu parte da cartilagem do dedo.
A assessoria de imprensa do hospital explicou que os profissionais de saúde da unidade têm tratado o caso como uma possível depressão pós-parto, que pode acarretar reações inesperadas inclusive contra o próprio recém-nascido.
O parto aconteceu na segunda-feira (19). Dois dias depois, a mãe recebeu alta, mas o bebê precisou seguir em observação, internado, "algo que é normal por 36, 48 ou até 72 horas e que acontece com muita frequência", explicou a assessoria do hospital.
A mãe do recém-nascido, no entanto, se mostrou incomodada com o fato e aproveitou um momento em conversa com a médica para mordê-la no dedo. A médica precisou passar por cirurgia após atendimento no próprio hospital, onde foi notado que ela perdeu parte da cartilagem.
A profissional registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Mossoró.
De acordo com assessoria do Hospital Maternidade Almeida Castro, tanto a paciente como a médica receberam atendimentos necessários, inclusive psicológicos. Desde o parto, segundo a unidade, a paciente tem sido tratada de maneira especial, ficando inclusive em quartos reservados.
A Associação de Assistência e Proteção a Maternidade e a Infância de Mossoró (APAMIM), que administra o Hospital Maternidade Almeida Castro, emitiu uma nota em que diz que o incidente "se caracterizou como caso fortuito nunca ocorrido nas dependências do estabelecimento".
Além disso, a APAMIM garantiu que foi dada "a devida assistência à saúde da profissional, uma vez que zela pela segurança dos profissionais atuantes em seu estabelecimento".
O Hospital Maternidade Almeida Castro é o único a fazer partos de alto risco na região Oeste do RN. A unidade faz cerca de 20 partos por dia, atendendo também pacientes de cidades da Paraíba e Ceará.
Depressão pós-parto
Os sintomas de depressão pós-parto incluem extrema tristeza, falta de energia, ansiedade, episódios de choro, irritabilidade e alterações no sono ou padrões alimentares, ideias de morte ou suicídio. A doença tem graus leve, moderado e grave.
*** Informações com G1

Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS