sábado, 10 de outubro de 2020

Brasil joga bem e arranca com goleada sobre a Bolívia

seleção brasileira iniciou com vitória a caminhada rumo à Copa do Mundo de 2022, no Qatar. Nesta sexta-feira (9), a equipe do técnico Tite goleou a Bolívia por 5 a 0 em sua estreia nas Eliminatórias, na Neo Química Arena, gols de Marquinhos, Firmino (2), Carrasco (contra) e Philippe Coutinho.
Depois de 325 dias sem entrar em campo, Tite ganhou o teste que queria. Não pela qualidade do adversário, que apesar de treinar junto há quase dois meses, veio ao Brasil com apenas um de seus cinco atletas que atuam no exterior -os outros foram preservados para o duelo com a Argentina, na terça (13), em La Paz.
O futebol ainda não retornou na Bolívia desde a interrupção causada pela pandemia, em março. A Covid-19, inclusive, vitimou o presidente da federação boliviana, César Salinas, que morreu aos 59 anos, em julho, escancarando uma crise na entidade que divide os principais clubes do país.
Alguns deles, como Bolívar e Jorge Wilstermann, são opositores do atual vice-presidente da federação e não tiveram atletas convocados.
Com todo este cenário favorável para a estreia, Tite recebeu a oportunidade de colocar em prática a sua ideia de como furar o bloqueio de adversários muito fechados.
Em Itaquera, os bolivianos se defenderam com uma linha de cinco homens na defesa, uma segunda linha de quatro atletas à frente e um único jogador, o centroavante Bruno Miranda, mais adiantado.
Para espaçar os defensores da Bolívia e criar espaços, a seleção brasileira, com a bola, jogou em um 2-3-5, a chamada pirâmide invertida, configuração que remete aos esquemas táticos antigos. Apenas Marquinhos e Thiago Silva mantiveram a posição atrás, com Danilo, Casemiro e Douglas Luiz compondo o meio e procurando os passes para os jogadores da frente.
Na linha mais ofensiva do Brasil, Everton abriu o campo pela direita e o lateral Renan Lodi ganhou liberdade para fazer o mesmo pela esquerda. Philippe Coutinho e Neymar trabalharam por dentro, com Firmino mais centralizado. Cinco homens atuando entre os dois blocos rivais.
Com menos de um minuto, Lodi já havia cruzado da linha de fundo para a chegada de Everton, que entrou cruzado no lado oposto e perdeu boa chance de marcar.
Sem oferecer resistência, a Bolívia continuou fechada atrás e assistiu à paciente troca de passes da seleção brasileira, que conseguiu furar o bloqueio pelo alto, em jogada ensaiada de escanteio.
Everton cobrou rasteiro, Danilo recebeu recuado e cruzou na cabeça de Marquinhos, que abriu o placar aos 15 minutos de jogo, anotando o seu segundo gol com a camisa da equipe nacional.
Aos 29 do primeiro tempo, o Brasil chegou ao gol que Tite imaginou por meses. Com a posse de bola saindo da direita para a esquerda, Renan Lodi recebeu na ponta e tocou para Neymar. O camisa 10 da seleção, que era dúvida em razão de dores na lombar, devolveu ao lateral, que invadiu a área e cruzou rasteiro para Firmino entrar e ampliar.
Na etapa final, a equipe de César Farías adiantou as linhas e procurou dificultar a posse de bola brasileira, deixando espaços para a transição rápida do Brasil.
Com a Bolívia ainda mais espaçada na defesa, Neymar recebeu no contra-ataque pelo lado esquerdo e encarou a defesa. O atacante viu Firmino entrar pelo meio e, com um passe entre as pernas do marcador boliviano, deu a assistência para que o jogador do Liverpool (ING) marcasse o seu segundo gol na partida.
A partir do terceiro gol, Tite resolveu dar oportunidade aos reservas colocando em campo Rodrygo, Felipe, Richarlison, Everton Ribeiro e Alex Telles.
O atacante do Real Madrid (ESP) aproveitou a oportunidade e participou do quarto gol, desviando de cabeça o cruzamento de Philippe Coutinho que ainda tocou em Carrasco antes de entrar.
Diante de uma defesa já desmontada, a seleção brasileira continuou aproveitando os espaços para chegar ao quinto gol. Renan Lodi, bem aberto pela esquerda, viu a ultrapassagem de Neymar pelas costas da zaga adversária e serviu o camisa 10, que cruzou para Philippe Coutinho completar no meio da área.
A goleada de 5 a 0 sobre a Bolívia mantém Tite invicto nas eliminatórias. O técnico, que assumiu a seleção em meio à disputa da competição em 2016, agora soma 11 vitórias e dois empates em 13 partidas pelo certame sul-americano.
Começou com vitória a arrancada do Brasil rumo à próxima Copa do Mundo. E começou bem, com resultado e desempenho, apesar da fragilidade do adversário.
Na próxima terça-feira, a seleção brasileira vai a Lima enfrentar o Peru, adversário na final da última Copa América, pela segunda rodada das Eliminatórias.
*** Informações com: DOL 

Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS