terça-feira, 13 de outubro de 2020

14 crianças menores de 6 anos foram assassinadas no Ceará em 2020; número é o maior desde 2010

Atingidas por balas e feridas por arma branca. No Ceará, esse ano, 14 crianças que sequer tinham chegado aos 6 anos de idade e foram assassinadas. Elas foram vítimas precoces da violência em 2020, ano no qual mais crianças nessa faixa etária foram assassinadas desde 2010. Os dados são de um levantamento do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, da Assembleia Legislativa do Ceará.
Dentre as vítimas, duas tinham apenas 5 anos. Em três situações, as crianças sequer tinha 12 meses de vida.
Das 14 vítimas, nove foram atingidas por disparo de arma de fogo. Uma menina de 5 anos foi agredida com arma branca. Duas outras meninas e dois meninos foram mortos com uso de outros meios não informados, segundo aponta o levantamento que considera os registros da Secretaria da Segurança.
Homicídio de crianças de até seis anos no Ceará
Além de Fortaleza, os homicídios aconteceram em oito cidades diferentes. Seis crianças foram mortas em Fortaleza, as outras em Beberibe, Caucaia, Granja, Guaiúba, Itarema, Maracanaú, Russas e Tauá.
O coordenador da equipe técnica do Comitê de Prevenção e Combate à Violência, Thiago de Holanda, reforça que é com tristeza e indignação que o Comitê lança esses dados.
"Isso mostra que essas crianças estão vivendo em situação de vulnerabilidade, nessas comunidades, e mostra que essa vulnerabilidade pode ter se agravado neste período de isolamento, onde as crianças não estão indo para a escola e escola é um lugar de proteção. Estão mais expostas ao domínio de grupos armados nos territórios, confronto com a polícia. Tanto crianças, como mulheres e idosos."
Armas de fogo e exclusão social
No estudo, o Comitê aponta que as mortes são consequências extremas de um conjunto de fatores, dentre eles: "a grande circulação de armas de fogo, sobretudo em áreas urbanas marcadas pela extrema pobreza e exclusão social, uma realidade que tem se expandido para cidades de médio e pequeno porte e também chegado às zonas rurais".
Por conta do domínio dos territórios por grupos armados, diz o documento. A levantamento evidencia ainda que "crianças vivem um cotidiano de medo, terror e morte, que se aprofunda com a presença ostensiva, e muitas vezes truculenta, das forças policiais".
*** Informações com: G1 

Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS