quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Polícia Civil prende trio suspeito de tentar compensar cheque clonado de quase R$ 50 milhões

Aproximadamente R$ 50 milhões. Esse é o valor do cheque clonado que três pessoas tentaram compensar nessa última terça-feira (22-09-2020), em uma agência bancária de Fortaleza. A falsificação foi constatada após um trabalho que contou com a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e o setor de segurança da instituição financeira. O trio foi preso em flagrante. As informações sobre a ação foram divulgadas em coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (23), na sede da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), no Complexo de Delegacias Especializadas (Code).
A equipe de investigadores se deslocou até a agência situada no bairro de Fátima, na Área Integrada de Segurança 5 (AIS 5) de Fortaleza, para verificar a informação após acionamento do próprio banco. Chegando ao local, os policiais civis confirmaram que se tratava de um cheque clonado com o valor de aproximadamente R$ 50 milhões.
“Seria um cheque de ordem de pagamento expedido por um banco sediado em São Paulo. Um dos suspeitos clonou esse cheque e foi até uma agência situada na Avenida 13 de Maio, em Fortaleza, para tentar fazer a compensação. Eram três pessoas que tinham empresas eque simularam um contrato. No entanto, o banco identificou que o cheque tinha indícios de fraude e acionou a Polícia Civil. Quando chegamos ao local, nós constatamos que o documento realmente era fraudado”, explica o delegado adjunto da DDF, Carlos Teófilo, que conduziu as investigações.
Os presos foram identificados por Charlys Cunha de Farias Oliveira (35); Paulo César da Silva Freire (71); e Andrea Freire Maia (40). O contrato e o cheque nominal a uma empresa sediada em Goiás foram apreendidos e levados à sede da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF).
Teófilo explica como funciona a modalidade de golpe frustrada pela equipe. “É como um cheque ao portador. Emvez da pessoa fazer uma transferência bancária, ela deposita o dinheiro no banco e autoriza que a instituição financeira repasse o valor para um terceiro. Era mais utilizado antigamente, quando não havia facilidade de fazer um TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou TEV (Transferência Eletrônica de Fundos). Eles simularam que o banco teria um valor autorizado por alguém a repassar para a conta deles. Era como se um terceiro tivesse feito um depósito no banco de São Paulo, mas emvez de fazer a transferência direta para a conta do beneficiário, ele solicitou que o banco fizesse esse pagamento mediante esse cheque por ordem”, disse.
O trio foi autuado em flagrante por estelionato, por falsificação de documento particular, por uso de documento falso e por falsidade ideológica. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) dará continuidade às investigações com o objetivo de identificar a participação de outras pessoas no esquema fraudulento.
*** Informações com SSPDS
Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS