quinta-feira, 27 de agosto de 2020

PGR pede que delatores da J&F expliquem repasses de R$9,8 mi da JBS a Wassef

BRASÍLIA (Reuters) - A Procuradoria-Geral da República (PGR) deu prazo de 10 dias para que delatores premiados da J&F expliquem repasses da JBS S.A. para o escritório de advocacia de Frederick Wassef no valor de 9,8 milhões de reais entre os anos de 2015 e 2020, segundo documento visto pela Reuters nesta quarta-feira.

Essa movimentação financeira milionária, conforme a PGR, foi registrada em relatório do Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf) e revelada em reportagem da revista eletrônica Crusoé da semana passada.
Wassef trabalhou para a família do presidente Jair Bolsonaro e está sob investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro.
O pedido de explicações da equipe do procurador-geral, Augusto Aras, foi feito no âmbito de uma apuração preliminar que a PGR abriu para saber se os repasses tiveram influência no acordo de colaboração premiada fechado por executivos do grupos com a cúpula do Ministério Público Federal.
Segundo a J&F, os colaboradores "reafirmam seu compromisso com a Justiça e irão informar a PGR, antes do prazo, que Frederick Wassef jamais os representou perante o órgão".
Em mensagem à Reuters, Wassef disse que não existe nenhuma investigação em curso.
"Nunca fui investigado em minha vida. O MPF está apenas iniciando agora apurações sobre o que foi dito em algumas matérias FAKE NEWS e caluniosas feitas contra a minha pessoa recentemente", afirmou.
"Se fabricam matérias de coisas que não existem e ilações irresponsáveis e criminosas e assim se joga a máquina pública contra a vitima que sofreu crimes de calúnia", completou.
Augusto Aras --assim como os antecessores Rodrigo Janot e Raquel Dodge-- defende a rescisão do acordo de delação de executivos do grupo após apontarem supostas irregularidades.
O Supremo Tribunal Federal (STF) chegou a incluir esse caso na pauta do plenário em junho, mas posteriormente foi retirado em meio à pandemia do novo coronavírus. Não há data para ser julgado.
*** Informações com RODRIGO GAIER - REUTERS.
Solicite orçamento grátis. É rápido e você se livra da conta de energia. Seja sustentável. Financie 100%. Faça com quem entende. Empresa Lima Solar. Energia Fotovoltaica. Gere sua Energia Solar. Instalação e Projeto.
** Fone: 88-997054824.
** Instagram: limasolaron
** Facebock: limasolar.
** Youtub: limasolar
Início da propaganda: 08-08-2020 e termina em 08-09-2020


0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS