quarta-feira, 22 de julho de 2020

Cometa atinge aproximação máxima da Terra nesta quinta (23).

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cometa Neowise tem causado sensação no hemisfério Norte e frustração no Sul. Acima da linha do Equador, fotos e observações maravilhosas do astro e de sua cauda exuberante. Abaixo dele, o mundo foi privado do espetáculo –até agora.
A partir desta semana, o cometa vem ganhando terreno no céu austral, e a essa altura já pode ser procurado no Brasil próximo ao horizonte, logo após o poente. Os astrônomos costumam dizer que cometas são como gatos: a gente nunca sabe como vão se comportar. Então não é fácil prever o tipo de espetáculo que ofertarão. E o caso do Neowise é emblemático: antes de março, ninguém nem sabia que ele existia.
O astro foi detectado pela primeira vez no dia 27 daquele mês, pelo satélite Neowise, da Nasa. Trata-se na verdade de um telescópio espacial de infravermelho que, em sua concepção original, designada Wise (Wide-field Infrared Survey Explorer), se destinava a pesquisar objetos distantes, dentro e fora do Sistema Solar.
Em 2010, após a missão de mapeamento do céu, o satélite foi redesignado Neowise e passou a ser usado para buscar objetos próximos à Terra (conhecidos pela sigla NEO).
Seja o cometa periódico ou não, sua origem remonta às profundezas do Sistema Solar. Seus locais de residência originais podem ser o cinturão de Kuiper, localizado além da órbita de Netuno, ou a difusa nuvem de Oort, ainda mais distante. Lá, esses agregados de gelo e rocha que consistem em restos do processo da formação dos planetas, ocorrida há 4,5 bilhões de anos, repousam em berço esplêndido –mas não eternamente em alguns casos, pois encontrões ou trombadas entre eles podem acabar atirando-os para dentro do Sistema Solar.
O Neowise é um desses que de algum modo vieram parar em nossa vizinhança e agora fazem uma breve visita. Pela trajetória, os astrônomos podem calcular o tempo que ele leva para dar uma volta inteira. No caso dele, eram 4.400 anos. Mas, ao passar de raspão pelo Sol em 3 de julho, a gravidade solar o acelerou e aumentou seu período orbital para 6.700 anos. Portanto, não dá para contar com a perspectiva de vê-lo numa próxima passagem.
Os cometas se tornam mais brilhantes conforme se aproximam do Sol, e a radiação passa a sublimar (nome que se dá ao processo em que gelo passa diretamente a vapor) seus componentes voláteis. É esse processo, bem como a posterior interação dos gases com a radiação do Sol, que produz a coma e a cauda, a atmosfera estendida que caracteriza esses astros.
Após passar a meros 43 milhões de quilômetros do Sol, o cometa se tornou bastante brilhante. Assim que se afastou o suficiente do astro, os observadores do hemisfério Norte puderam notá-lo até mesmo a olho nu, primeiro pouco antes do amanhecer e depois logo após o anoitecer. Nas latitudes mais altas do Norte, o aspecto circumpolar do astro (como se apenas girasse ao redor do polo norte celeste) o manteve no céu, próximo ao horizonte, durante toda a noite.
A partir desta semana, o astro passou a ser visível também no hemisfério Sul, começando pelo Norte do Brasil e ganhando mais terreno a cada dia. A essa altura, em Brasília e em Belo Horizonte ele já pode ser procurado. Em São Paulo e Rio de Janeiro, vale a pena a tentativa entre esta quarta (22) e quinta-feira (23), para quem tiver horizonte livre na direção noroeste, pois o cometa estará muito baixo no céu após o poente.
*** Informações com FOLHAPRESS via NOTÍCIAS AO MINUTO
Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket