segunda-feira, 1 de junho de 2020

Candidata a deputada e partido político no Ceará são alvos de operação da PF por suspeita de desvio do Fundo Eleitoral nesta segunda (1º).

Uma candidata a deputada estadual nas eleições de 2018 no Ceará é alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta segunda-feira (1º) que investiga um suposto desvio de recursos do Fundo Eleitoral.
A operação Spectrum cumpre quatro mandados de busca e apreensão. A sede de partido político da então candidata e uma empresa gráfica também são alvos. Policiais federais foram às residências da investigada e do proprietário da empresa. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Eleitoral de Fortaleza. Os nomes nos investigados não foram divulgados.
Segundo a PF, as investigações iniciaram a partir da informação de que o partido repassou para a então candidata, apenas dois dias antes da eleição de 2018, R$151 mil, dinheiro que seria utilizado para a impressão de “santinhos”.
Contudo, ainda conforme as investigações, essa quantia estava muito acima dos valores médios destinados a outros candidatos do partido para o mesmo fim. Maior , inclusive, que os destinados a outros candidatos, que foram eleitos pela legenda.
"Os votos da então candidata tiveram o custo médio de R$ 43,12 por voto, com valor muito acima do custo dos votos dos candidatos que foram eleitos no estado do Ceará, que foram calculados na ordem de R$ 5,97, em média", explicou a PF em nota.
A gráfica recebeu da candidata, segundo as investigações, mais de R$ 103 mil para confecção de adesivos e outros materiais de campanha. Ao todo, a candidata recebeu R$ 626 mil a mais que os outros candidatos do mesmo partido.
A empresa gráfica investigada não funciona mais no endereço informado em 2018 e, após o pleito, mudou de nome, de acordo com os investigadores. Ainda segundo o órgão, a gráfica não possuía estrutura tecnológica para confeccionar as impressões contratadas no prazo estipulado, "e sequer possuía empregados registrados no Caged [Cadastro Geral de Empregados e Desempregado]".
A PF lembra que sados de doações e despesas dos candidatos são abertos e podem ser consultados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se confirmado o crime eleitoral, os suspeitos podem ser condenados a pena de reclusão, de dois a seis anos, e multa.
#fiqueemcasa
*** Informações com G1-CE
Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS