quinta-feira, 28 de maio de 2020

STJ mantém no Rio investigação sobre assassinato de Marielle Franco

Por unanimidade, o STJ negou o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) de federalização da investigação sobre a autoria intelectual dos assassinatos da vereadora do Rio Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, ocorridos em março de 2018, no Rio de Janeiro.
O Radar havia antecipado que a tendência entre os ministros da Corte era de que o pedido da PGR não fosse acolhido. “IDC sempre é exceção”, afirmou um deles. Todos os ministros seguiram o posicionamento de Laurita Vaz, relatora do pedido de federalização. Ela considerou que a retirada das investigações das autoridades do Rio de Janeiro prejudicaria o andamento das elucidações do caso.
Para a relatora, não ficaram comprovados os elementos autorizadores do deslocamento, como a clara ineficiência do MPRJ no controle externo da polícia local. A posição da ministra atende aos pedidos da defesa das famílias da vereadora e do motorista, assassinados em março de 2018.
“Não há sombra de descaso, desinteresse, desídia ou falta de condições pessoais ou materiais das instituições estaduais encarregadas por investigar, processar e punir os eventuais responsáveis pela grave violação a direitos humanos”, afirmou.
“Ao revés, constata-se notório empenho da equipe de policiais civis da Delegacia de Homicídios e do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado – GAECO do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, o que desautoriza o atendimento ao pedido de deslocamento do caso para a esfera federal”, afirmou a ministra.
Todos os oito ministros que participaram da votação acompanharam o entendimento da relatora. Com isso, seguem competentes para o caso a Polícia Civil fluminense, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e a Justiça estadual.
#fiqueemcasa
*** Informações com COLUNA RADAS via REVISTA VEJA
Aluga-se excelente Ponto Comercial, localizado na Rua Cel. Pedro Aragão, 1366, Centro Comercial de Ipu, banheiro, ampla área. Lugar central e ao lado da Fábrica Wolga, coração da Terra de Iracema. ** Valor: R$ 350,00. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711 ou TIM (88) 9.9985-0788.
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS