quinta-feira, 23 de abril de 2020

Em Varjota, após 9 anos de uma longa estiagem, o "Gigante" Açude Araras sangrou na tarde desta quinta (23)

Considerado por muitos, como "Gigante", o açude Pulo Sarasate, conhecido "Açude Araras" sangrou no início da tarde desta quinta-feira (23-04-2020) depois de nove anos de uma intensa seca que assolou a região noroeste do estado do Ceará.
Localizado no leito do Rio Acaraú no município de Varjota, o Açude Araras sangrou pela última vez na quadra chuvosa de 2011; suas águas garante o abastecimento de cinco municípios, dentre eles Varjota, Reriutaba, Pires Ferreira, Ipu e Hidrolândia.
Sua rica história - Situado região noroeste do Ceará, o Açude Araras é fonte de riqueza para as cidades e povoados situados às suas margens, graças ao pescado, à agricultura irrigada e de vazante e ao suprimento de água potável, além de ser uma atração turística, especialmente por ocasião da "sangria" de suas águas. Suas obras foram concluídas em 1958, sendo executadas pelo Departamento Nacional de Obras contra a Seca, o DNOCS.
A barragem foi inaugurada em 31 de julho de 1958, pelo então Presidente da República Juscelino Kubitschek de Oliveira e por Paulo Sarasate, governador do Ceará naquele período que deu seu nome à barragem. Sua capacidade de armazenamento é de 860 milhões de metros cúbicos de água, o que o coloca como o quarto maior reservatório de água doce do Estado do Ceará, ficando atrás apenas do Açude Castanhão, do Açude Orós e do Açude Banabuiú. Pertencente à bacia hidrográfica do rio Acaraú, a barragem cobre uma área de 3.504,38 quilômetros quadrados.[1] Com sua capacidade de armazenamento para quase 1 bilhão de metros cúbicos de água, o Açude Paulo Sarasate é um marco na açudagem do DNOCS pelos seus múltiplos aproveitamentos, sendo um dos principais vetores do desenvolvimento da região norte do Ceará.
O Açude Araras sangra em níveis de água cujas cotas sejam superior a 153 metros e permanece no volume morto quando os níveis de água estiverem abaixo da cota 129,5 m. A barragem transbordou nos seguintes anos: 1961, 1962, 1963, 1964, 1967, 1974, 1975, 1978, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1996, 2003, 2004, 2009, 2011 e agora, 2020. Em 19 de janeiro de 2017, após longos anos de estiagem, o Araras atingiu o menor volume já registrado das suas águas, comportando apenas 3,41% da sua capacidade total, equivalente a 29.350.000 metros cúbicos de água. (dados históricos da Wikipédia)
Em virtude da possibilidade da grande quantidade de curiosos se aglomerarem na parede do açude, a Prefeitura Municipal de Varjota tomou algumas providências para evitar a circulação de pessoas nessa época da pandemia do coronavírus. A Polícia Militar e a Vigilância Sanitária estão realizando barreiras de acesso ao local.
#fiqueemcasa
Atenção - Pedimos aos nossos "Seguidores amigos" que participem do nosso novo Canal de Comunicação de Vídeos do YouTube. Contamos com a inscrição de todos. CLIQUE AQUI. Estamos também trabalhando com imagens aéreas de Drone. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS