quarta-feira, 8 de abril de 2020

Com poucos leitos e população 'furando' a quarentena, Amazonas pode ser o primeiro estado a saturar rede hospitalar

Um dia depois de o governo estadual anunciar que 95% dos leitos disponíveis nos quatro principais hospitais públicos de Manaus já estão ocupados, mesmo bem antes do pico previsto de disseminação do coronavírus, o Amazonas tenta evitar um colapso precoce, mas nas ruas da capital ainda se vê a população “furando” a determinação de isolamento social. O secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, afirmou nesta terça-feira ao GLOBO que “teme pelo pior” e, segundo fontes do governo, pode deixar o cargo ainda nesta quarta-feira. O Ministério da Saúde trata o estado como um dos casos mais preocupantes do país.
Apesar de o governo e a Prefeitura de Manaus terem publicado decretos proibindo a comercialização de produtos e serviços não essenciais para conter o contágio do vírus, dezenas de comerciantes do Centro da cidade vendiam alimentos que eram comprados por quem passava pelo local.
A demora em receber ajuda financeira dos governos para poder ficar em casa era a principal justificativa de quem ocupava as ruas.
— Ou eu vendo ou não levo alimentos para os meus filhos. Quarentena é para quem tem dinheiro — disse Carlos Silva, 43 anos, vendedor de sucos, na Praça da Matriz, a principal do Centro.
Já o vendedor de tucumãs, uma fruta típica da Amazônia, Joelson Gomes, afirmou que ainda há clientes comprando a fruta, inclusive, sem a casca. O amazonense não tem frescura, não — disse Gomes, minimizando os riscos. 
Sem UTI no interior - Diariamente, fiscais da Secretaria de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab) tem retirados os comerciantes do Centro da cidade e das zonas periféricas da capital, mas eles retornam no dia seguinte.
*** Informações com O GLOBO
Atenção - Pedimos aos nossos "Seguidores amigos" que participem do nosso novo Canal de Comunicação de Vídeos do YouTube. Contamos com a inscrição de todos. CLIQUE AQUI. Estamos também trabalhando com imagens aéreas de Drone. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS