sexta-feira, 17 de maio de 2019

Semana da Biodiversidade 2019 ocorre entre 19 e 26 de maio

O relatório da Plataforma Intergovernamental de Políticas Científicas sobre Biodiversidade e Serviços de Ecossistema (IPBES), da Organização das Nações Unidas (ONU), acaba de informar ao mundo que “um milhão de espécies de animais e plantas estão ameaçadas de extinção”. E o que nos cabe diante de tão impactantes números? “Pensar global e agir local”, responde Dóris Santos, da Coordenadoria de Biodiversidade (Cobio), da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA). Ela está à frente da Semana da Biodiversidade 2019, uma realização do Governo do Estado, por meio da SEMA/Cobio, e que acontece de 19 a 26 de maio de 2019, envolvendo todas as unidades de conservação (UCs) estaduais.
Em 22 de maio celebra-se o Dia Internacional da Biodiversidade. Nas ações deste ano, a Cobio vai contemplar os Resíduos Sólidos, tema que a SEMA escolheu para trabalhar no decorrer de 2019. Segundo Dóris, adotar hábitos sustentáveis no dia-a-dia, como praticar a coleta seletiva, ajuda a reduzir os impactos ambientais, sociais e econômicos que uma sociedade provoca ao meio ambiente natural e consequentemente à biodiversidade. “Vamos fazer a nossa parte e conscientizar a sociedade local de forma a contribuir para a melhoria contínua da gestão dos resíduos e consequente preservação das nossas espécies”, afirma.
De acordo com a ONU, a cada ano estamos jogando até 13 milhões de toneladas de plástico nos oceanos. Para o titular da SEMA, Artur Bruno, a afirmação só confirma a nossa cultura do descartável. “Portanto, a Semana da Biodiversidade 2019 é uma boa oportunidade para lidar com a questão dos resíduos e para lembramos que no meio ambiente tudo está interligado”, disse. Diminuir o uso de copos descartáveis, por exemplo, já traz um imenso benefício para a natureza, uma vez que os plásticos matam milhares de animais e poluem o meio ambiente. “Evitar ‘rebolar o lixo no mato’ é uma forma de conservar a nossa biodiversidade”, destaca.
Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a questão e celebrar a diversidade biológica no Ceará, a Cobio e suas células de Gestão das Unidades de Conservação (Ceguc), de Conservação da Diversidade Biológica (Cedib) e de Políticas de Fauna e Flora (Ceflor), elaboraram uma extensa programação. De acordo com a coordenadora da Cobio, atividades como observação de pássaros, trilhas, oficinas, doação de mudas, limpeza de praia e cinema ambiental entre outras, acontecerão em vinte UCs. “Teremos pelo menos uma ação por dia em cada área protegida”, encerra Dóris. Confira programação aqui distribuída em vinte UCs.
*** Informações com Governo do Estado do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.8121-9041 (VIVO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

POSTAGENS MAIS LIDAS