quarta-feira, 25 de março de 2020

Número de testes para Covid-19 deve dobrar no Ceará com a compra de 350 mil kits

A emergência sanitária provocada pelo coronavírus obriga a testagem rápida de pacientes com suspeita de Covid-19. "Testar, testar e testar", orienta a Organização Mundial da Saúde (OMS). Na estratégia epidemiológica, o controle da pandemia é feito através da identificação de casos, somada a medidas como isolamento social e etiqueta respiratória. No Ceará, que identificou até ontem 185 pessoas infectadas pela doença, são realizadas 300 coletas para testes diariamente. Contudo, seguindo a recomendação global, o número deve dobrar até a próxima terça-feira (31).
Isso porque, 350 mil kits para teste rápido via gota de sangue e cujo resultado é liberado entre cinco e dez minutos, já foram adquiridos pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). O titular da Pasta, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Dr. Cabeto, aponta que o público prioritário para acesso ao exame será o de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, que estão na linha de frente do tratamento de pacientes contaminados pela Covid-19.
"Nós vimos o exemplo da Itália, de que é importante que os trabalhadores de saúde tenham o diagnóstico precoce, uma proteção especial, porque o resultado do atendimento depende muito da disponibilidade de mão de obra qualificada. É preciso evitar que aconteça essa contaminação, pois são fundamentais e têm feito um esforço sem igual", justifica Dr. Cabeto.
Resultados
Segundo o último informe da Sesa com atualizações do avanço da doença, os 185 casos positivos para Covid-19 são concentrados em seis municípios. A Capital acumula 170 confirmações, ocupando o topo da lista. Aquiraz, na Região Metropolitana, registra seis. No interior, Sobral tem quatro casos, Fortim e Juazeiro do Norte, um cada, e Mauriti, na Região do Cariri, teve a primeira pessoa infectada. Dois turistas, de São Paulo e Uberlândia, receberam o diagnóstico no Ceará.
Do total de casos, 50 pacientes estão internados, sendo 40 em leitos de enfermaria e outros 10 com quadro clínico grave em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), segundo Dr. Cabeto.
O recorte por idade e gênero não foi informado no balanço da Sesa, mas o secretário adianta que, em geral, eles têm mais de 60 anos, são do sexo masculino e 80% moram nos bairros Aldeota, Meireles, Papicu e Varjota.
"Cerca de 8 dos 10 estão em ventilação assistida e com quadros mais complexos, alguns deles já melhorando. A gente tem monitorado diariamente todos eles. Estamos identificando o perfil dessas pessoas, de onde elas vieram, que contato tiveram e qual a comorbidade delas", detalha o secretário, indicando ainda que dois idosos com mais de 80 anos já receberam alta.
Leitos
Como política de amparo aos pacientes com coronavírus, o governador Camilo Santana anunciou, na tarde de ontem, novas medidas. Durante transmissão em seu perfil no Facebook, o chefe do Executivo estadual informou a construção de anexos temporários em três unidades de saúde de grande porte localizadas em Fortaleza: Hospital Geral de Fortaleza (HGF), no Papicu; Hospital Geral Dr. César Cals, no Centro, e o Hospital do Coração Dr. Carlos Alberto Studart, em Messejana.
Cada um ganhará 50 novos leitos provisórios. A ampliação da estrutura para atendimento será iniciada hoje. "A ideia também é que a gente possa ampliar esses leitos e essas estruturas para os hospitais regionais, mas a maioria dos casos se concentra em Fortaleza e na Região Metropolitana", garante Camilo.
Já o Hospital Leonardo da Vinci, na Aldeota, requerido pelo Governo do Estado para dar suporte médico, começou a operar ontem. Desde então, a Sesa considera que a unidade está apta a receber pacientes de outras unidades. A expectativa é que receba os dois primeiros pacientes para internação até a manhã de hoje. Na segunda-feira (23), o governador chegou a citar, em transmissão ao vivo, que a unidade havia prestado atendimento a 11 pessoas com Covid-19, mas Dr. Cabeto ponderou que as primeiras internações seriam iniciadas somente ontem.
"Deve ser o primeiro hospital brasileiro 100% dedicado ao atendimento do coronavírus. Tem 230 leitos e começa com 60 leitos de UTI, mas pode funcionar em até 230 leitos de UTI", detalha o secretário. Segundo o médico, o Governo está importando da China 700 respiradores que podem ventilar adultos e crianças em tratamento.
*** Informações com: Diário do Nordeste
Atenção - Pedimos aos nossos "Seguidores amigos" que participem do nosso novo Canal de Comunicação de Vídeos do YouTube. Contamos com a inscrição de todos. CLIQUE AQUI. Estamos também trabalhando com imagens aéreas de Drone. Interessados ligar: (..) Tim (88) 9.9916-7711.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket