quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Empregada se filma desesperada após ser abusada, amarrada e queimada com óleo quente por patrões; assista o vídeo

Uma governanta divulgou um vídeo chocante no qual ela fala sobre os abusos sofridos pelas mãos de seus patrões. O caso foi na Arábia Saudita.
Se filmando escondida, a moça revela que sofre abusos sexuais e já foi amarrada e queimada com óleo quente.
Ela pede desesperadamente a permissão de voltar para casa, em Bangladesh, depois de supostamente ficar trancada por mais de duas semanas.
A empregada, de 25 anos, diz no vídeo: "Talvez eu não viva mais. Por favor me salve. Eles me trancaram por 15 dias e mal me deram comida. Eles queimaram minhas mãos com óleo quente e me amarraram. Eles me levaram de uma casa para outra. Na primeira casa, eles me torturaram e me bateram repetidamente e depois me levaram para outra onde eu experimentei o mesmo", relata a mulher desesperada.
"Acho que não vou viver. Eu acho que vou morrer. Eles me espancaram e me torturaram".
Ela ainda vive em Jeddah e seu telefone foi confiscado pelos patrões por causa do vídeo, de acordo com a BRAC, uma ONG de Bangladesh que está tentando levá-la para casa.
A família dela tenta recuperá-la, mas até agora não conseguiu. Ela é uma das 300.000 mulheres que viajam para o Golfo desde 1991, segundo o ministério que trata do bem-estar dos expatriados. As autoridades de seu país de origem pediram que ela fosse repatriada e houve protestos na capital de Bangladesh, Daca.
O porta-voz do governo Atiqur Rahman disse que haverá uma repressão aos empregadores desonestos. Porém, o ministro das Relações Exteriores, AK Abdul Momen, disse que isso não impediria as mulheres de irem à Arábia Saudita para trabalhar.
Cerca de 61% das mulheres entrevistadas por um grupo de migrantes em Bangladesh disseram ter sido abusadas fisicamente. Outros 14% disseram que foram abusados ​​sexualmente.
A BRAC, com sede em Daca, uma das maiores instituições de caridade do mundo, disse apenas neste ano que os corpos de 48 trabalhadoras foram trazidos da Arábia Saudita.
Vídeo:
*** Informações com: DOL
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.8121-9041 (VIVO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket