quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Do "Tindolelê ao Xique xique Balancê; Batendo Palmas e Pedindo Bis" assim vive a política de Ipu?

O "Grupo Político TJM" é o novo grupo liderado pelo prefeito de Ipu que vem se desenhando da marca da "velha política" até o sistema da conveniência ao irracional do dinamismo da política atual; mais afinal o que é tudo isso? 

Vejamos: ao adentrar hoje no sistema administrativo do "TJM" do novo Grupo do Prefeito, é vermos nas secretarias novos "vultos" que no passado bem recente, campanha de 2016, atiravam pedras contra o prefeito e principalmente, sua família, com palavras fortes que ficaram marcadas como: "cangaceiros", "chicoteiros", "Arruaceiros", até a triste comparação do "Arroz 101" para as pesquisas de intenção de votos tão lúcidas divulgadas pelo prefeito Sérgio Rufino e o seu "velho Grupo Liberdade", confirmadas nas urnas. Fica a pergunta: Será se esses "vultos" foram esquecidos pelos "Bandeiristas partidários" do velho Grupo Liberdade? Afinal, Perguntar não ofende.

Vivemos momentos sublimes do progresso na administração pública de Ipu, alavancadas pelo empenho do Prefeito Sérgio Rufino, mais será se seu antigo grupo político não vive amargurado com a convivência política dos "apadrinhados" que em outrora faziam "oposição" e hoje estão no bater das palmas, do tindolelê ao xique xique balancê, batendo palmas e pedindo bis nas benesses do poder, tão bem cantada pela apresentadora Xuxa? 

De certo, Os "partidários" da política interiorana ipuense vivem um "pesadelo de incertezas", por um lado; os traumatizados e decepcionados da "situação" que não encontram uma "luz no final do túnel" para migrarem, e por outro uma oposição "entrincheirada" numa crise de "intrigas e brigas internas", talvez, pela falta de um nome que possa "agregar conflitos", e assim, combater politicamente o novo Grupo TJM do prefeito. Nessa peça do "Xadrez político" está o povo vendo tudo acontecer para um 2020 cheio de incertezas e surpresas. Será?

Deixo bem claro, que a minha intenção nesse pensamento, não é atingir nenhum grupo político, e sim, olhar para política, analisando a sua história, e mesclando o que podemos dela trazer para o nosso presente. Como tão bem diz a melodia do cantor Zé Ramalho: "Tô vendo tudo, tô vendo tudo... Mas fico calado... Faz de conta que sou mudo." 

Até a próxima!
Afrânio Soares da redação do Aconteceu Ipu.

P.S. - TJM - TAMOS JUNTOS E MISTURADOS


0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket