quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Tragédia faz Vale aposentar barragens e paralisar Minas

De um lado, alívio. Do outro, desespero. O anúncio de que a Vale irá acabar com dez barragens construídas à montante em Minas representa, ao mesmo tempo, o fim da apreensão para muitos moradores, mas também um forte impacto aos cofres dos municípios mineradores. A “aposentadoria” das estruturas foi confirmada ontem pela companhia.
A expectativa é a de que a produção da multinacional no Estado seja reduzida em 40 milhões por ano – o equivalente a 28,4% do que foi extraído pela empresa de janeiro a setembro de 2018.
O processo técnico para desfazer as estruturas, chamado de descomissionamento, pode durar de um a três anos, dependendo da barragem. Atividades de diversas minas serão suspensas, disse o presidente da Vale, Fábio Schvartsman. 
A quantidade de empreendimentos a serem embargados não foi informada. Procuradas, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad) e a Vale não declararam quais são as barragens à montante operadas pela mineradora.
Já o titular da Semad, Germano Vieira, disse que a medida é positiva. "Ainda não fomos acionados, mas aguardamos com muita ansiedade", pontuou. Ainda de acordo com ele, não há previsão de quando o projeto será apresentado ao governo de Minas.
CríticasA decisão desagradou à Associação de Municípios Mineradores (Amig). “Se a Vale disser que vai minerar a seco, vamos aplaudir e pular de alegria. Mas foi uma falta de respeito avisar por ‘bilhete’ que as operações serão suspensas, sem uma preparação dos municípios que foram explorados por décadas, não é certo. A Vale foi feita em Minas, ela não pode jogar as cidades mineradoras na lata de lixo”, criticou o consultor de Relações Institucionais e Desenvolvimento Econômico da entidade, Waldir Salvador.
Ele destaca que as localidades dependem da atividade e precisam de tempo para desenvolver projetos para diversificar a economia. 
Em Itabira, na região Central, a previsão é a de que a mina seja desativada em dez anos e há algum tempo a cidade já se prepara para engordar o caixa com outras receitas que não sejam os royalties da mineração. “Se a mineradora apenas sair da cidade, sem preparo, a economia para”, afirmou. 
Prefeito de Nova Lima, Vitor Penido de Barros também faz críticas. “Caso isso aconteça, não só aqui, mas as prefeituras de Ouro Preto, Santa Bárbara e Itabira vão fechar as portas. Metade da minha receita vem da mineração, e essa decisão vai provocar muito desemprego”. 
O chefe do Executivo frisou que o rompimento em Brumadinho foi “gravíssimo e a Vale deve ser responsabilizada”. “Não estou dizendo que sou a favor das barragens e que não me preocupo com a segurança. Não é isso”, ponderou.
Para que não haja demissões, cinco mil empregados devem ser remanejados. A assessoria da Vale não soube informar por quanto tempo o emprego deles estará garantido. 
Embora os postos de trabalho não sejam afetados em um primeiro momento, impactos são inevitáveis. “Ainda não sabemos qual a dimensão do rombo, mas ele é grande”, afirmou o coordenador do curso de economia do Ibmec, Márcio Salvato. 
*** Informações com Jornal Hoje em Dia
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket