sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Aeronave da Força Nacional deve chegar ao Ceará para ajudar em operações contra ataques

O Ceará deve receber mais uma aeronave para reforço na segurança, segundo Capitão Wagner, que esteve em Brasília em reunião com o Ministro da Justiça Sérgio Moro, o Secretário Nacional de Segurança Pública, general Theophilo, e o comandante da Força Nacional Coronel Aginaldo.
Na conversa sobre a onda de violência no estado, temas como a institucionalização da Força Nacional, mudanças na lei do terrorismo e capacitação e remuneração dos agentes de segurança foram tratados. Nesta sexta-feira (11), o estado chegou ao 10º dia de ataques.
Deputado federal mais votado no Ceará nas eleições de 2018, Capitão Wagner ainda não assumiu o cargo, mas já foi diplomado e esteve em Brasília para discutir a violência no estado. Em dois dias de reuniões, conforme diz em vídeo postado em uma rede social, ele conta que esteve em reunião com o cearense Coronel Aginaldo e com General Theophilo.
“A gente tratou da possibilidade de uma aeronave da Força Nacional, que já está em manutenção para chegar ao Ceará e dar apoio às forças de segurança do Ceará. Além disso, para os profissionais de segurança que aí estão, a gente tocou no assunto do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania), na possibilidade de reativação dos cursos, maneira de requalificar os profissionais de segurança, além de ajudá-los na questão remuneratória. Discutimos também a possibilidade de institucionalizar a Força Nacional. A Força Nacional é um programa de governo, não está previsto em lei uma carreira, não tem estrutura”, disse o Capitão Wagner.
No encontro com o Ministro da Justiça Sérgio Moro, os temas foram a mudança na legislação para permitir que armas apreendidas sejam repassadas para os agentes de segurança no país, além da lei de terrorismo.
“Tratamos da questão da legislação que vai permitir que todas as armas apreendidas pelas forças de segurança sejam doados a essas forças de segurança para que elas possam utilizar, seja Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, agentes penitenciários. Toda e qualquer instituição estatal, a partir da aprovação dessa lei, será beneficiada com essas armas que poderão ser utilizadas por seus profissionais para guarnecer a população. Tratamos também da modificação da lei de terrorismo para que a gente possa fazer algumas mudanças e enquadramentos, o ministro se mostrou empolgados com o desafio”, relatou o deputado federal eleito.
Com o diretor Nacional da Polícia Rodoviária, Adriano Marcos Furtado, Capitão Wagner tratou do apoio da instituição ao problema no Ceará, especificamente da segurança nas rodovias.
“Ele nos garantiu a permanência de duas aeronaves da PRF no Ceará, um helicóptero e um avião. Esse avião vem sendo utilizado no transporte de presos para presídios federais bem como para outras atividades. Temos o helicóptero também, inclusive para voar a noite. Além de garantir o reforço de policiais de outros estados que estão se mantendo no Ceará, ajudando a fortalecer o policiamento nas rodovias federais”, finalizou.
AtaquesDesde a noite da última quarta-feira (2), facções criminosas espalham terror por todo o Ceará, numa onda de ataques contra ônibus e vans do transporte público, prédios e equipamentos públicos e privados.
Até as 12h desta sexta-feira (11), o Sistema Jangadeiro contabiliza 200 ataques promovidos em 48 dos 184 municípios do estado, sendo 91 em Fortaleza, a cidade que concentra a maior parte das ações criminosas, em 10 dias de terror.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 309 pessoas foram presas nos ataques até as 9h desta sexta-feira (11), suspeitas de participação nas ações. O órgão não está informando a contabilização dos números de ataques.
*** Informações com Tribuna do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores