segunda-feira, 26 de novembro de 2018

General diz saber quem matou Marielle e revela que prenderá todos de uma vez

Um dos assassinatos que mais repercutiram nos últimos tempos foi o da vereadora Marielle Franco, do PSOL do Rio de Janeiro. Ela e seu motorista, Anderson Gomes, foram assassinados no mês de março e, há meses, a polícia carioca garante que está investigando quem poderia ter tirado a vida dos dois.
O Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, confirmou saber quem matou a vereadora e seu motorista. No entanto, de acordo com Richard Nunes, os nomes somente vão ser revelados após todos os envolvidos terem sido presos pelos agentes da força de segurança.
De acordo com o General, um dos principais objetivos da investigação é que existam provas sem contestação, ou seja, cabais para o caso. Ele acredita que, caso o verdadeiro assassino de Marielle Franco fosse revelado agora, existe sim um risco dele sequer ser condenado.
“O problema todo é criar uma narrativa consistente ligando estes atores com provas cabais. Seria um fracasso se a sociedade observasse esses indiciados não fossem condenados”, disse Nunes.
Também segundo Nunes, em até 40 dias, a revelação final do assassinato da vereadora deve ser concluído. A apuração do caso já tem 14 volumes de relatos de testemunhas e outras provas.
Para a viúva de Marielle, Mônica Benício, parentes, amigos e ativistas, a vereadora e o motorista foram executados. Independentemente das investigações, eles preservam as bandeiras de Marielle. A vereadora lutava pela comunidade pobre do Rio de Janeiro, especialmente levantando a bandeira LGBT e contra o racismo.
*** Informações com: 1 News
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores