quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Helicóptero clandestino é interditado pela Anac em Juazeiro do Norte

Apurações especiais da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) levaram à suspensão de sete aeronaves no Brasil, uma no Ceará e seis no Mato Grosso do Sul. Em Juazeiro do Norte, no último dia 24, foi interditado helicóptero que prestava serviço aeromédico remunerado para o evento Rally dos Sertões. O resultado da operação foi noticiado no fim da tarde desta quarta-feira, 19.
Durante o último fim de semana do evento, a aeronave praticava táxi-aéreo clandestino. A Agência foi comunicada sobre a operação irregular para a organização do evento sem possuir certificado para realizar este tipo de serviço.
A Anac notificou o operador da aeronave e os organizadores do evento para prestar esclarecimentos e deu início ao processo de apuração. Caso seja constatada infração, o caso será enviado ao Ministério Público e à autoridade policial para investigação. Tanto o operador quanto o piloto poderão ser multados - neste caso, a habilitação do piloto também poderá ser suspensa. A aeronave foi interditada e permanece em Juazeiro.
O POVO Online entrou em contato com a assessoria de comunicação do Rally dos Sertões, às 22h30min desta quarta-feira, 19, após ter acesso à informação. Pelo horário avançado, a organização do evento não pôde se posicionar. A reportagem aguarda retorno nesta quinta-feira, 20.
A ação da Anac é parte da campanha "Voe seguro, não use táxi-aéreo clandestino", lançada em junho, cujo objetivo é conscientizar os usuários sobre os riscos de contratar serviços irregulares de transporte aéreo.
Mato Grosso do SulA partir de investigações realizadas pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil do MS, no último dia 6, a Anac suspendeu cautelarmente seis aeronaves também por realizarem o serviço de táxi-aéreo irregular, sem os certificados necessários para esse tipo de operação. 
Além disso, houve suspensão de uma habilitação de piloto em Campo Grande, a investigação de duas empresas de turismo e a abertura de inquérito criminal pela Polícia Civil do Mato Grosso do Sul.
A Polícia também constatou uma série de operações irregulares por empresas de turismo no estado, "colocando em risco a segurança da aviação e a integridade física das pessoas a bordo e em solo", conforme informou a Anac. 
As duas empresas de turismo investigadas poderão ser punidas. A ação também fez parte do escopo da Operação Ícaro, que tem o objetivo constante de reduzir o número de acidentes na região, verificar as condições de aeronavegabilidade e segurança de voo das aeronaves civis, e recuperar produtos de furto com consequente identificação de autores e receptadores.
As apurações continuam e poderão ser aplicadas sanções como multas, cassação da habilitação do piloto envolvido e, ainda, denúncia criminal.
*** Informações com Jornal O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores