quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Sindicato quer que 60% do Fundef vá direto para professores

O Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc) exige que 60% das dívidas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) sejam destinadas aos profissionais do Magistério e 40% para a Educação e seus profissionais. O Governo do Ceará entrou com ação na Justiça pedindo os recursos.
Os precatórios são referentes à dívida do Ministério da Educação com o governo dos estados, fruto do repasse federal do Fundef, entre 1998 e 2006. A previsão é que a verba seja liberada até 2020. O débito do MEC com o Ceará é de, aproximadamente, R$ 1,8 bilhão.
Segundo o presidente em exercício da Apeoc, Reginaldo Pinheiro, a defesa da entidade, conforme preconiza a lei, é de que os 40% da verba restante sejam usados para a manutenção de escola e complemento salarial de outros profissionais.
O número corresponde aos profissionais ativos e aposentados (23 mil), e aos aproximadamente 10 mil docentes com contratos temporários. O primeiro passo, segundo Pinheiro, é informar aos cerca de 33 mil professores sobre a necessidade de mobilização dos docentes sobre a conscientização e para a cobrança do Estado quando o valor for determinado pela Justiça. Representantes do Apeoc devem ir à Brasília, na próxima semana, para cobrar agilidade no julgamento.
Em nota enviada por meio da assessoria de comunicação, a Secretaria da Educação do Ceará informou que o Governo do Estado acompanha o processo e no momento adequado adotará as providências necessárias. “A Secretaria da Educação aguardará as orientações que o caso requer”, aponta.         
*** Informações com: O POVO
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores