quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Chácara de ex-guitarrista do Capital Inicial é arrombada em Brasília.

A casa do ex-integrante da banda de rock brasiliense Capital Inicial Antônio Marcos Lopes de Souza, mais conhecido como Loro Jones, foi invadida supostamente por assaltantes, na semana passada. O músico relatou à polícia que vários objetos foram roubados, incluindo instrumentos musicais e premiações do guitarrista. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal, que ainda não tem suspeitos.
A chácara de Loro Jones fica no Núcleo Rural Mansões Fazendárias, em Santa Maria. O músico está em São Paulo e disse que uma caseira tomava conta do imóvel na sua ausência. 
"Minha chácara já havia sido invadida uma vez e, desde então, eu sempre pedia para alguns amigos passarem lá e ver se tinha algo errado", disse o músico, que está a trabalho na capital paulista, sem data para voltar. Segundo Loro Jones, um vizinho teria percebido a movimentação na residência. Os criminosos teriam chegado em carros e caminhões. Apesar disso, o homem não os denunciou por medo de represálias.
"Levaram guitarras, baterias, mesa de som, gravador de fitas, violões, além de alguns móveis. Até premiações que ganhei quando fazia parte do Capital Inicial foram furtadas. Quem orquestrou a ação sabia tudo que tinha na casa e seu valor financeiro. Equipamentos que adquiri com muito trabalho. Sinto-me invadido", desabafou.
DescobertaA polícia soube do caso apenas na quarta-feira da semana passada (1º/8). Uma equipe da Polícia Militar Ambiental passava pela região quando suspeitou da ação de um grupo de homens, que retirava a mobília de dentro da chácara. Eles foram conduzidos à 20ª Delegacia de Polícia (Gama Oeste), onde relataram que haviam ganhado os objetos e acabaram liberados após depoimento.
Agora, a casa está sob a guarde de uma irmã de Loro Jones, que mora em Brasília. Ao Correio, ela disse que a chácara do irmão foi alvo de vandalismo. "Ele perdeu um pouco da sua história de vida. Nós guardamos as nossas memórias através de fotos e objetos, e as pessoas que fizeram isso não tiveram piedade alguma", relatou a mulher, que não quis se identificar.
"Eu fui molestado, de coração. Foi uma falta de respeito enorme. Minha vida é a música. Não foi o lado financeiro que me chocou, mas sim, o emocional. Essas coisas tiram você do prumo. Vou precisar trabalhar bastante para transformar essa casa em um lar novamente", comentou Loro Jones.
 O músico estima que o prejuízo com o furto dos instrumentos ultrapasse R$ 500 mil. Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido preso.
*** Informações com Correio Braziliense
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).
PS.: "Se algum dia você for surpreendido pela injustiça ou pela ingratidão, não deixe de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho." (Edson Queiroz).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores