segunda-feira, 23 de julho de 2018

Polêmica: Festa em Beberibe premia a menor minissaia e vira alvo de investigação do MPCE

O panfleto de uma festa em Beberibe que circulou no Whatsapp chamou atenção por uma propaganda pouco comum. O "Forró da Mini Saia" oferece um prêmio de R$ 150 à mulher que comparecer com a saia mais curta. No flyer de divulgação, um adolescente figura como uma das atrações. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) considerou que o evento tem “nítida conotação sexual e alto teor de erotismo e pornografia”.
O POVO Online entrou em contato com algumas empresas que estavam no panfleto como apoiadoras do evento. A Tijuca Alimentos e o Priscila Café manifestaram não ter conhecimento sobre a festa. A reportagem também entrou em contato com o MPCE. O órgão informou que a Promotoria de Justiça de Beberibe instaurou na última quinta-feira, 19, “um procedimento administrativo a partir do panfleto e notificará a produtora do evento, o dono do espaço e os responsáveis pelos supostos adolescentes, para apurar os fatos”.
Um participante da banda Forró do Malino, uma das atrações presentes no panfleto, conhecido como Bruno Malino, informou à reportagem que não sabia que a temática do evento poderia causar problemas e que outras festas do tipo já foram realizadas. Disse, ainda, que o cantor adolescente não mais participará da festa, não explicando, no entanto, a motivação. O POVO Online entrou em contato com o pai do jovem, mas ele preferiu não se manifestar. 
Ao saber que o MPCE teve conhecimento da festa por meio do O POVO Online, Bruno Malino ameaçou entrar com processo contra o jornal, dizendo que seu advogado estaria atento a citações de seu nome ou da banda na mídia. Em áudio, disse que ele iria "até o fim”. 
Segundo o MPCE, a festa contraria as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e legislações protetivas da infância e juventude. Caso a Promotoria de Justiça de Beberibe encontre irregularidades na investigação, o órgão adotará as medidas legais cabíveis, com a expedição de recomendação, podendo ingressar com uma ação civil pública, com o objetivo de evitar que o evento ocorra, além de, eventualmente, punir os responsáveis.
*** Informações com: O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores