quinta-feira, 28 de junho de 2018

Funcionário de escola é executado no trabalho dentro da escola em Guaiúba, Ceará nesta quarta (27).

Um homem foi preso por encomendar o assassinato de um assessor financeiro da Escola de Ensino Fundamental e Médio José Tristão Filho, na frente da instituição de ensino estadual, localizada em Guaiuba, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na manhã de sta quarta-feira (27-06-2018). De acordo com a Polícia, a motivação do crime foi passional.
Segundo o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 12, tenente-coronel Océlio Alves, Alan Rosário Nogueira, de 36 anos de idade, estava chegando ao trabalho, por volta de 8h, quando foi abordado por dois suspeitos, que desferiram vários tiros contra a cabeça e o peito da vítima.
O tiroteio assustou quem estava na Escola ou passava pela Rua Maria do Carmo, no Centro de Guaiuba. Alan Nogueira chegou a ser socorrido por uma ambulância e levado a uma unidade de saúde no Município, mas morreu no hospital.
A Polícia Militar foi acionada para a ocorrência, apurou a possível autoria do crime e iniciou as diligências em busca de Rafael da Silva Celestino, 23. Ele foi detido em sua residência, no Município de Acarape, três horas após o homicídio.
Policiais militares seguem em busca dos dois homens contratados por Rafael Celestino para cometer o assassinato. A dupla já foi identificada, segundo informou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A arma utilizada no crime também não foi localizada pela Polícia, até o fechamento desta matéria.
Conforme o tenente-coronel Alves, Rafael Celestino vinha ameaçando a sua ex-namorada, com quem teve relacionamento por cinco anos e não aceitava o término do namoro; e Alan Nogueira, com quem a mulher passou a se relacionar.
Ao ser detido, o suspeito confessou ter encomendado a morte do assessor financeiro e revelou que pagou R$ 1,5 mil para os executores. Em entrevista à TV Diário, Rafael disse que foi traído pela ex-companheira. "Dizer que estou arrependido, não adianta mais. Tenho certeza que fui traído, vi conversas no celular dela", alegou.
A reportagem apurou que a mulher tinha registrado Boletim de Ocorrência (B.O.) contra o ex-companheiro, na Delegacia Metropolitana de Guaiuba, da Polícia Civil, no dia 14 de junho, por sofrer violência doméstica. No depoimento, ela pediu por medidas protetivas.
Rafael mandava mensagens via redes sociais com frequência para a ex-namorada, pedindo que ela reconsiderasse a relação entre eles. E, por mais de uma vez, o mandante do crime foi visto na frente da Escola José Tristão Filho, para observar a rotina de Alan Nogueira.
A SSPDS ressaltou, em nota, que o suspeito é "um homem que não faz parte do ambiente escolar" e afirmou que um inquérito policial foi instaurado na Delegacia Municipal de Guaiuba, para investigar o crime.
*** Informações com Diário do Nordeste - Foto de capa Blog Fernando Ribeiro
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores