segunda-feira, 18 de junho de 2018

Ceará tem gasolina e diesel mais caros do Nordeste

A média de preços praticados tanto para a venda de gasolina como de diesel no Ceará entre 10 e 16 de junho foi a mais alta entre os estados do Nordeste, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O valor médio cobrado pelo litro do diesel no Estado foi R$ 3,626 no período, um recuo de 0,7% ante a média da semana anterior, que era R$ 3,653.
O valor máximo para o combustível encontrado pelos agentes da ANP no Ceará no período foi de R$ 4,050, no Crato, município que também apresentou a maior média de preço cobrada no Estado, de R$ 3,820. Já o valor mínimo praticado foi de R$ 3,330, em Crateús. A cidade de Sobral registrou a menor média de preço entre os municípios cearenses, de R$ 3,48 o litro.
Já em relação à gasolina, o preço médio cobrado por estabelecimentos no Estado foi de R$ 4,766 o litro na semana passada, um recuo de 0,3% ante a semana anterior, quando registrou a média de R$ 4,784. O maior preço encontrado foi de R$ 4,970, em Crateús (cuja média é a maior do Estado, de R$ 4,913) e o valor mínimo, R$ 4,52, em Limoeiro do Norte - o município apresentou a menor média de preço no Estado, de R$ 4,57.
Na Capital, a média do litro de gasolina foi de R$ 4,799, com preço máximo de R$ 4,899 e mínimo de R$ 4,750. Em comparação à semana anterior, houve uma queda de 0,2% na média de preços praticados.
No PaísOs dados coletados pela agência mostram que, pela segunda semana consecutiva, o preço do diesel nos postos do Brasil recuou. A queda é resultado do programa de subsídios ao combustível que fez parte do acordo, entre o governo federal e caminhoneiros, que pôs fim à greve de 11 dias da categoria.
Ainda segundo a agência reguladora, o valor médio do diesel nos postos brasileiros atingiu uma média de R$ 3,434 por litro nesta semana, queda de 1,4% em relação aos R$ 3,482 registrados na semana anterior.
Apesar do recuo, o preço nas bombas dos postos do País ainda não refletiu a redução média de R$ 0,46 por litro realizada nas refinarias. Segundo a ANP, isso ainda é um reflexo de estoques antigos. Além disso, para que o corte chegue ao consumidor final, muitos estados ainda precisam reduzir o preço de referência para a cobrança do ICMS.
A gasolina registrou preço médio nos postos do Brasil de R$ 4,572 na semana passada, queda de 3 centavos, se comparada ao preço da semana anterior. Os reajustes permanecem quase que diários, seguindo indicadores internacionais, como o preço do barril do petróleo e o dólar.
Consulta PúblicaNa última semana, o presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, disse que aguardará resultados de uma consulta pública - que termina no dia 2 de julho - sobre preços dos combustíveis anunciada pela ANP antes de decidir se será necessária uma mudança na frequência dos reajustes no preço realizado pela estatal.
*** Informações com Diário do Nordeste


Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores