segunda-feira, 21 de maio de 2018

Presidente de sindicato diz que atos obscenos e agressão cometidos por agentes não representam a categoria

O presidente do SindiGuardas (Sindicato dos Agentes Municipais de Segurança Pública do Estado do Ceará), Jamal Forte, disse que a atitude do casal de servidores que se envolveu em confusão na Praia dos Crush, em Fortaleza, não representa a postura da categoria.
O caso é investigado polícia. A Secretaria de Segurança Municipal abriu Procedimento Disciplinar Interno. As informações são do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.
“Para nós, foi uma surpresa. Foi um fato isolado, onde supostamente dois agentes de segurança pública, num ambiente público, causaram todo aquele fato lamentável. E, mais uma vez, como representante da categoria, a gente gostaria de pedir desculpa à toda a sociedade, pelo fato em si. Isso não representa a postura dos demais guardas da nossa instituição”, declarou Jamal Forte.
Ainda de acordo com o representante da categoria, a expectativa é de que o caso seja apurado e solucionado o mais rápido possível.
“Agora, cabe à instituição apurar e punir os dois. Mais uma vez, peço desculpa. O que tenho de informações é que ele contribuía para a instituição. Em virtude de estar num momento de folga, talvez atrelado ao uso de bebida, isso pode ter sido causador de todo o transtorno no local. Ele está no curso de formação para agente penitenciário e está se desligando da instituição”, disse o presidente do SindiGuardas.
VEJA TAMBÉM:
Entenda o casoOs agentes estavam de folga no momento da confusão. Testemunhas relataram que o casal estava trocando carícias íntimas em público, deitado na areia, quando foi advertido por pessoas que também estavam no local. Insatisfeito com a reclamação de uma banhista, o homem a xingou e chutou areia nela, gerando uma troca de agressões.
Vídeos compartilhados em redes sociais mostram as carícias e depois a confusão. Pessoas entraram na briga em defesa da banhista, e policiais que estavam próximo efetuaram disparo para conter a confusão.
A PM levou o casal e a banhista para a delegacia e, agora, a investigação do caso está a cargo da Polícia Civil. Exames no Instituto Médico Legal (IML) constataram lesão corporal leve na mulher e no agente. Todos foram ouvidos e liberados.
*** Informações com Tribuna do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores