quarta-feira, 30 de maio de 2018

Em São Luís do Curu, população cata cédulas de dinheiro espalhadas em rodovia após explosão de carro-forte. Assista

Várias pessoas aproveitaram a explosão do carro-forte na BR-222, no município de São Luís do Curu, a 78 km de Fortaleza, para recolher cédulas de R$ 50 e R$ 100 que ficaram espalhadas na pista. A ação aconteceu nesta última segunda-feira (28-05), e foi flagrada em vídeo compartilhado em redes sociais.
Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), oito bandidos participaram do roubo. O grupo utilizou dinamites para explodir o veículo e levar o dinheiro.
Após o ataque, o carro-forte ficou totalmente destruído devido à força da explosão. Até o momento, ninguém foi preso.
Após a explosão, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) encontrou uma caminhonete Hilux de cor preta e um veículo Blazer que teria sido utilizada pelo grupo. Dentro do veículo modelo Blazer foram encontradas munições deflagradas de calibre .50 e dinamite pronta para ser detonada. A PMCE continua em diligência para localizar e prender os responsáveis pelo crime.
VEJA MATÉRIA RELACIONADA:
De acordo com o advogado criminalista Cláudio Justa, as pessoas que recolheram o dinheiro espalhado após a explosão do carro-forte podem ser autuadas por furto simples. Segundo o especialista, a população tinha conhecimento da ocorrência e da origem das cédulas.
“O indivíduo tinha plena ciência de que esse dinheiro não foi perdido e, sim, em decorrência de um roubo”, explica. Entretanto, para serem autuados pelo crime, é necessário identificar os envolvidos na ação.
Ataque a carro-forteAlém da explosão em São Luís do Curu, quatro homens foram presos por participar de tentativa de roubo a carro-forte no bairro Meireles, em Fortaleza. Os suspeitos já possuíam antecedentes criminais.
Segundo a TV Jangadeiro/SBT, Marcondes Pinheiro tem passagens pela polícia por porte ilegal de armas, tráfico de drogas e homicídios, enquanto José Erinaldo Barreto da Silva responde por tráfico de drogas. Já Rogério Miranda de Brito tem passagens pela polícia por roubo e também por tráfico de drogas, enquanto Gilcélio da Costa Lima por homicídio, roubo e receptação.
A polícia apreendeu uma submetralhadora artesanal e outras duas armas mais uma moto, utilizada no crime. O ataque aconteceu na manhã desta domingo (27), no momento em que o vigilante estava indo em direção ao carro-forte, estacionado na via. Houve trocas de tiros no momento em que o grupo anunciou o assalto. Com esses casos, o Ceará registrou seis ataques a veículos de transporte de valores neste ano.
*** Informações com Tribuna do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores