quarta-feira, 30 de maio de 2018

Em São Luís do Curu, população cata cédulas de dinheiro espalhadas em rodovia após explosão de carro-forte. Assista

Várias pessoas aproveitaram a explosão do carro-forte na BR-222, no município de São Luís do Curu, a 78 km de Fortaleza, para recolher cédulas de R$ 50 e R$ 100 que ficaram espalhadas na pista. A ação aconteceu nesta última segunda-feira (28-05), e foi flagrada em vídeo compartilhado em redes sociais.
Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), oito bandidos participaram do roubo. O grupo utilizou dinamites para explodir o veículo e levar o dinheiro.
Após o ataque, o carro-forte ficou totalmente destruído devido à força da explosão. Até o momento, ninguém foi preso.
Após a explosão, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) encontrou uma caminhonete Hilux de cor preta e um veículo Blazer que teria sido utilizada pelo grupo. Dentro do veículo modelo Blazer foram encontradas munições deflagradas de calibre .50 e dinamite pronta para ser detonada. A PMCE continua em diligência para localizar e prender os responsáveis pelo crime.
VEJA MATÉRIA RELACIONADA:
De acordo com o advogado criminalista Cláudio Justa, as pessoas que recolheram o dinheiro espalhado após a explosão do carro-forte podem ser autuadas por furto simples. Segundo o especialista, a população tinha conhecimento da ocorrência e da origem das cédulas.
“O indivíduo tinha plena ciência de que esse dinheiro não foi perdido e, sim, em decorrência de um roubo”, explica. Entretanto, para serem autuados pelo crime, é necessário identificar os envolvidos na ação.
Ataque a carro-forteAlém da explosão em São Luís do Curu, quatro homens foram presos por participar de tentativa de roubo a carro-forte no bairro Meireles, em Fortaleza. Os suspeitos já possuíam antecedentes criminais.
Segundo a TV Jangadeiro/SBT, Marcondes Pinheiro tem passagens pela polícia por porte ilegal de armas, tráfico de drogas e homicídios, enquanto José Erinaldo Barreto da Silva responde por tráfico de drogas. Já Rogério Miranda de Brito tem passagens pela polícia por roubo e também por tráfico de drogas, enquanto Gilcélio da Costa Lima por homicídio, roubo e receptação.
A polícia apreendeu uma submetralhadora artesanal e outras duas armas mais uma moto, utilizada no crime. O ataque aconteceu na manhã desta domingo (27), no momento em que o vigilante estava indo em direção ao carro-forte, estacionado na via. Houve trocas de tiros no momento em que o grupo anunciou o assalto. Com esses casos, o Ceará registrou seis ataques a veículos de transporte de valores neste ano.
*** Informações com Tribuna do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket