quinta-feira, 19 de abril de 2018

Menina de 8 anos é abusada e torturada até a morte por vários homens

Alguns crimes chamam a atenção da sociedade pela forma como acontecem. Situações que envolvem crimes importantes chamam a atenção de todo o planeta. Um assassinato de uma menina de 8 anos ganhou nesta semana um debate mundial. Isso porque ela foi abusada por vários homens, mas teve o seu enterro impedido por religioso. A garota foi identificada como Asifa Bano. O pai dela, Muhammad Yusuf Pujwala, recebeu a trágica notícia de sua morte através de um vizinho. 
O corpo da menor estava em mata a algumas centenas de metros da casa onde morava com a família. A situação chamou a atenção do Mundo. O pai, em entrevista a veículos de imprensa internacionais, comoveu ao relatar como descobriu que a filha havia sido abusada por muitos homens até a morte.
A menina foi torturada e o corpo jogado na mata.
Menor sobre abuso coletivo e corpo é jogado na mata, na Índia
A mãe da criança, Naseema Bibi, revelou que mal consegue falar diante da situação. O pai chora até de falar o nome Asifa, como mostrou uma reportagem da BBC Brasil compartilhada pelo portal de notícias R7, da RecordTV. O crime chamou a atenção de todos.
Isso porque o pai da garota é integrante de uma comunidade muçulmana de pastores de animais nômades. O grupo, chamado de gujjars, não é bem visto pelos hindus. Existe uma ruptura entre os muçulmanos e os hindus em parte da região da Caxemira, onde o crime aconteceu, e de Jammu. Nessa região, existe uma disputa territorial envolvendo o Paquistão e a Índia.
Além da briga por terras, o principal viés dos conflitos locais é a religião.
Enquanto muçulmanos foram às ruas pedindo o fim da impunidade, hindus tentaram impedir que a menina fosse enterrada em uma região vista por eles como da Índia. O fato da família da menina ser muçulmana foi o grande complicador para que o enterro virasse um conflito entre povos da região. Asifa acabou sendo enterrada no cemitério de outra vila.
Oito pessoas são presas acusadas de terem participado de estupro coletivo de menina de 8 anos, na Índia
Até o momento, a polícia revela que oito pessoas suspeitas do estupro coletivo de Asifa Bano, que ocorreu em janeiro passado, já foram presas. Entre elas, estão quatro policiais e um funcionário público aposentado. Um menor de idade também é acusado de ter participado do abuso, que envolveu vários homens.
A falta de testemunhas do crime que queiram ajudar a polícia faz com que o número certo de abusadores não seja conhecido pelas autoridades. As prisões, entretanto, provocaram protestos em Jammu, cidade de maioria hindu.
Advogados tentaram impedir que policiais entrassem em um tribunal para apresentar as acusações contra os detidos. A família e a parte muçulmana da região estão revoltados com essa atitude em tempos de dor.
***** Informações com: Blastingnews
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores